De segunda a sexta, 8h30 na

teste teste teste
Anemia
Saúde

Anemia

Quais são os principais tipos?

Por Sempre Bem

Falta de disposição, apatia, cansaço frequente, dificuldade de concentração. Esses parecem sintomas provenientes da correria do dia a dia ou da falta de alguns nutrientes em nosso corpo, como os carboidratos ou as proteínas. Porém, eles também podem sinalizar outro problema que, muitas vezes, não recebe a devida atenção: a anemia. Caracterizada pela diminuição dos glóbulos vermelhos ou das hemoglobinas no fluxo sanguíneo, a anemia afeta homens e mulheres de todas as idades.

Além dos sintomas citados acima, outros também podem se apresentar, como dores de cabeça, palidez na pele, irritabilidade e falta de força. Além disso, a anemia pode surgir em variados tipos, associados à deficiência de algum nutriente específico ou por razões genéticas.

Anemia ferropriva

O ferro é um componente essencial para a produção dos glóbulos vermelhos, e quando ele não se encontra em níveis adequados no organismo, a anemia pode surgir. Crianças e adultos podem desenvolver esse tipo e manifestar falta de ar, dores abdominais, queda de cabelos e unhas quebradiças. Por isso, é essencial investir em alimentos ricos em ferro, como feijões e carnes.

Anemia hemolítica

Ao contrário do tipo anterior, essa anemia é mais complexa e ocorre quando os glóbulos vermelhos somem do organismo antes do tempo previsto. Nesse contexto, o próprio organismo destrói os glóbulos antes que a medula óssea os reponha. A anemia hemolítica pode ser de origem genética, mas também surge após doenças graves, como a malária, ou tratamentos complexos, como transfusão de sangue ou uso de certos medicamentos.

Anemia falciforme

Esse tipo é hereditário e, dentre os outros sintomas, apresenta também peles e olhos amarelados nos afetados. A anemia falciforme é caracterizada por uma deformidade nos glóbulos vermelhos. Essa alteração no formato torna as células sanguíneas mais frágeis e fáceis de se romper. O tratamento deve ser feito desde a infância com o acompanhamento de diversos profissionais, incluindo nutricionistas, psicólogos, enfermeiros, dentistas e médicos.

Anemias aplástica e aplásica

Esses dois tipos são mais raros e mais graves por gerarem complicações mais sérias para quem sofre com eles. Ambas são de origem hereditária e estão associadas à produção de sangue pela medula óssea. Na primeira, a quantidade de glóbulos vermelhos produzida pelo corpo não é suficiente e na segunda, o organismo produz anticorpos que atacam as células da medula óssea. Dentre os sintomas, destacam-se o surgimento de hematomas e os sangramentos recorrentes.

Anemia perniciosa

Essa anemia ocorre quando o corpo falha em absorver vitamina B12, causando uma redução dos glóbulos vermelhos no sangue. Formigamento nos pés, nas mãos, falta de equilíbrio e memória são alguns dos sintomas presentes. Essa vitamina pode ser encontrada em ovos, carnes vermelhas, peixes e aves.

Você deve ter notado que muitas anemias podem ser prevenidas a partir de uma alimentação rica em ferro, vitaminas, proteínas e outros nutrientes. Confira alguns deles para garantir a sua saúde no dia a dia:

  • • Carnes vermelhas;
  • • Fígados e rins;
  • • Aves;
  • • Peixes;
  • • Ovos;
  • • Feijão;
  • • Beterraba;
  • • Verduras escuras (brócolis, espinafre, couve);
  • • Lentilhas;
  • • Queijo e leite;
  • • Amendoins, nozes e amêndoas;
  • • Frutas (laranja, goiaba, morango, tangerina, acerola).

E lembre-se: procure especialistas para obter os diagnósticos e tratamentos adequados caso suspeite estar com algum tipo de anemia.

Confira também essa matéria exibida no Programa Sempre Bem sobre o tema.

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Fê

Fernanda Queiroga mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça