fbpx

Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
O que causa a infertilidade feminina?
Saúde

O que causa a infertilidade feminina?

Pelo menos 10% das mulheres no Brasil podem ser consideradas inférteis. Saiba por que

Por Sempre Bem

Segundo dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), 15% da população mundial é infértil. Se um casal tiver um ano de relações sexuais regulares sem métodos contraceptivos e, ainda assim, não obtiver a gravidez – considerando que a mulher tenha menos de 35 anos –, já é indicada a busca por um profissional, visto que este é um indicador da infertilidade.

Ainda de acordo com a OMS, em 2015 eram cerca de sete milhões as brasileiras que sofriam com o problema. No caso das mulheres, a infertilidade tem diversas causas, desde idade avançada a hábitos do dia a dia. Agora você vai conhecer algumas delas e saber por que acontecem:

Idade avançada

A partir dos 35 anos, o potencial de reprodução é reduzido, pois a qualidade dos óvulos começa a declinar, já que eles são produzidos ainda na fase fetal e, portanto, já estão envelhecidos. Depois dessa idade, a possibilidade de a criança ter doenças genéticas, como a Síndrome de Down, é bem maior.

Endometriose

Estima-se que 10% das brasileiras possuam essa doença, caracterizada por fortes dores durante o período menstrual (e, às vezes, também durante as relações sexuais e urina). Ela ocorre quando o endométrio, tecido que reveste o útero e deve ser eliminado durante a menstruação, acaba por se acumular fora do útero, migrando para outros órgãos pela corrente sanguínea e causando imenso desconforto. Quando diagnosticada tardiamente, a endometriose pode dificultar ou até impossibilitar uma gestação.

Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)

A síndrome causa um desequilíbrio que pode formar cistos. Ovários policísticos podem atrapalhar a fertilidade, visto que acabam por afetar os hormônios ligados à ovulação. Se tratado corretamente, o problema pode não interferir na gravidez. Caso ele persista, a mulher pode planejar as relações sexuais de acordo com o período mais fértil ou, em um caso mais sério, apelar para uma inseminação artificial.

DSTs

Doenças como clamídia, gonorreia, HPV, sífilis e hepatite B, assim como o HIV/Aids, podem comprometer o sistema reprodutivo, seja pelos sintomas, seja pelo tratamento necessário. Nesses casos, as mais assustadoras são as infecções silenciosas, quando os sintomas não se apresentam.

Problemas na tireoide

Os hormônios da tireoide têm relação com a função ovariana. Portanto, quem possui algum tipo de problema na glândula deve se cuidar na hora de planejar um bebê, já que uma disfunção hormonal pode provocar um aborto espontâneo.

Combinação de componentes do casal

Apesar de ser comumente atribuída à mulher, cerca de um terço dos casos de infertilidade pode ser causado pela incompatibilidade genética do casal – sendo indicada, muitas vezes, a fertilização in vitro.

O fumo também pode atrapalhar na fertilização. É recomendado que mulheres que desejam engravidar se afastem do fumo pelo menos dois meses antes de começar a tentar. Para se certificar das causas de uma possível infertilidade, é importante se submeter a exames e consulta médica. Para evitá-la, o caminho mais simples continua sendo a prática regular de exercícios físicos, a alimentação saudável e uma vida livre de vícios – hábitos que podem até não estimular uma gravidez, mas que deixarão seu corpo preparado para recebê-la com saúde.

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça