Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Crianças X Alergias
Saúde

Crianças X Alergias

Conheça as principais alergias infantis e saiba o que fazer para prevenir os pequenos

Por Sempre Bem

Cuidar da saúde e do bem-estar dos filhos é prioridade de todas as mamães e papais. Por isso, quando a criança apresenta algum sinal de doença, é motivo de preocupação extra. Principalmente se essa doença for alguma alergia.

As crianças apresentam maiores chances de sofrer com alergias, e muitas delas não são comuns nos adultos. Um exemplo disso são as alergias alimentares. Em geral, 8% de todas as crianças sofrem com as alergias alimentares, e apenas 2% de todos os adultos se deparam com esse problema.

Alergia, na realidade, não significa falta de defesa do organismo, pelo contrário, é uma defesa exagerada contra agentes que não são potencialmente agressivos ao ser humano. Ou seja, uma pessoa alérgica é aquela que é hiper-reativa a determinada substância que, para uma pessoa normal, não causaria nenhum problema.

Entretanto, as alergias mais comuns entre as crianças são as respiratórias – rinite e asma. E as causas são diversas, por exemplo, o contato com poeira, mofo, pelos de animais e ácaros. Porém, a hereditariedade também é um fator superimportante na vida das crianças. Filhos de pais alérgicos têm maior probabilidade de desenvolver a doença.

A criança com uma alergia respiratória pode ter sintomas como: nariz entupido, coriza, espirros e coceira na pele e nos olhos. Já a alergia alimentar pode ocasionar dores abdominais, diarreias, náuseas, vômitos, dificuldade para engolir, entre outros.

As alergias alimentares podem desaparecer com o tempo, porém, o mesmo não acontece com as alergias respiratórias.

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça