Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Equilibrando a tireoide
Saúde

Equilibrando a tireoide

Saiba como a alimentação pode ajudar no bom funcionamento dessa glândula

Por Sempre Bem

Estudos confirmam que mais de 15% da população acima de 45 anos sofre de problemas na tireoide. Essa glândula é responsável pela produção dos hormônios T3 (tri-iodotironina) e T4 (tiroxina), que regulam o metabolismo. Por isso, quando algo não vai bem com ela, o corpo logo dá os primeiros sinais.

Cansaço excessivo, ganho de peso, pele seca e fadiga são alguns sintomas do hipotireoidismo, quando há uma redução na atividade da glândula. Já o hipertireoidismo aumenta a secreção de hormônios da tireoide, e ,consequentemente, o metabolismo, fazendo com que os sintomas sejam: perda de peso, taquicardia, aumento de apetite e intolerância ao calor.

Porém, a boa notícia é que esses desequilíbrios da tireoide podem ser amenizados com alimentação e hábitos de vida saudáveis.

Conheça agora os alimentos “amigos” da tireoide:

LEITE E DERIVADOS
Cálcio, vitamina D, vitamina A e iodo são os principais nutrientes presentes no leite. A vitamina A e o iodo são alguns dos principais responsáveis pelo bom funcionamento da tireoide. O consumo diário ideal é de três porções.

ALGAS MARINHAS
São uma fonte riquíssima de iodo e ainda oferecem uma quantidade considerável de selênio, nutrientes fundamentais para a produção de hormônios pela tireoide. Porém, o consumo desse alimento deve ser moderado e a sua ingestão deve ser feita apenas por quem apresenta deficiência desse elemento.

O excesso de iodo pode levar ao hipotireoidismo, que é a baixa produção de hormônios pela tireoide. A quantidade ideal recomendada para um adulto saudável é de 150 microgramas por dia, que pode ser facilmente atingida sem qualquer adição extra de sal à comida pronta.

CASTANHAS E GRÃOS
Ricos em zinco e selênio, esses nutrientes regulam o funcionamento do organismo. O selênio é fundamental, pois participa dos mecanismos antioxidantes, influencia no sistema imune e participa ativamente na estabilidade da glândula da tireoide. Uma ou duas castanhas por dia são suficientes.

CARNE VERMELHA
Além do selênio, a carne vermelha também possui vitamina B6, que atua na produção de hormônios e é estimulante das funções defensivas das células. Entretanto, a carne também pode se tornar uma vilã da saúde, uma vez que contém quantias consideráveis de gordura saturada, prejudicial ao organismo quando em excesso. Portanto, evite exageros. O ideal é consumir três bifes médios por semana.

GEMA DO OVO
Além do iodo, possui vitamina D, que atua no controle dos hormônios. Consuma 1 unidade três vezes por semana.

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça