Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
O que comer antes e depois dos exercícios
Saúde

O que comer antes e depois dos exercícios

Conheça os alimentos adequados para cada momento

Por Sempre Bem

Os benefícios proporcionados à saúde através da prática de atividades físicas são realmente inquestionáveis. Porém, os cuidados com a alimentação antes e depois desses exercícios são de extrema importância para obter resultados positivos. Para esclarecer todas as questões sobre esse assunto, exibimos uma matéria no nosso programa de TV com a nutricionista Rachel Frota, onde ela listou os alimentos indicados para o pré e o pós-treino.

Para começar, podemos dizer que fazer qualquer atividade física sem a alimentação adequada não proporciona benefício algum, pelo contrário, pode causar uma série de complicações. Portanto, o ideal é fazer uma alimentação adequada para iniciar os exercícios.

Uma alimentação de boa qualidade deve ser mantida durante todo o dia, porém, à medida que vai se aproximando da hora do treino, as refeições devem ir ficando mais leves. A nutricionista Raquel Frota lembra que o tempo mínimo entre as refeições e o início das atividades deve ser de 30 a 40 minutos. “Caso contrário, você não terá o tempo de digestão e de reserva energética adequados, e com isso você não vai render nos treinos e vai se sentir cansado mais rápido”, explicou Raquel.

- SE VOCÊ FAZ EXERCÍCIOS DE MANHÃ BEM CEDO:

Você pode comer uma fruta (banana, maçã, pêra) e uma barra de cereal, ou banana amassada com aveia. Também pode comer a metade de um pão normal ou até 2 fatias de pão de forma integral, ou 3 torradas integrais, uns 30 ou 40 minutos antes de começar a atividade física. Ou seja, coisas leves, mas que irão dar uma boa energia.

O café da manhã, nesse caso, fica para depois da academia, aí, você pode comer outra fruta, ovo cozinho, cereais integrais, a metade de um pão, leite desnatado, iogurte desnatado ou café (moderado e sem açúcar!). Ou seja, alimentos ricos em proteína e carboidratos.

“O ideal é se alimentar até uma hora depois do término do treino, porque é nesse momento que o seu corpo está mais ávido por nutrientes e a síntese é maior”, ressalta a nutricionista Rachel Frota.

VANTAGENS DOS EXERCÍCIOS PELA MANHÃ: Quem prefere se exercitar pelas manhãs, tem a vantagem de acelerar o organismo logo no início do dia, despertando mais rapidamente para as atividades cotidianas. A recuperação do organismo tem mais chances de ser melhor, porque muitas refeições estão planejadas para acontecer após o treino, ao longo do dia.

- SE VOCÊ FAZ EXERCÍCIOS DEPOIS DO ALMOÇO/JANTAR:

Se você malha depois de uma refeição (almoço/jantar), é bom esperar de 2 a 3 horas para começar a atividade física. Nessas refeições, você pode comer arroz, feijão, macarrão, carnes magras (maminha, lombo, peixe, frango), batata, vegetais, azeite de oliva e alguma fruta. Aqui, o lanche após a academia pode ser o mesmo do café da manhã.

VANTAGENS DOS EXERCÍCIOS À TARDE: Por diversos fatores, o metabolismo intensifica a potência física do corpo na parte da tarde. Além da força, outro fator que pode colaborar é a temperatura do corpo, que costuma ser mais alta no final da tarde e início da noite. Mas essa vantagem não vale para atividades aeróbicas, como correr ou pedalar. Ela só se aplica aos exercícios anaeróbicos, como a musculação.

VANTAGENS DOS EXERCÍCIOS À NOITE: Fazer exercício à noite não é recomendado para quem precisa dormir cedo ou tem dificuldade para pegar no sono. A atividade física libera uma grande quantidade de endorfina, que gera euforia e mantém a pessoa acordada. A temperatura mais amena e o movimento menos intenso nas academias também é uma boa vantagem de malhar à noite.

E lembre-se: antes de começar as atividades, independente do horário, você deve evitar os carboidratos simples, que são os açúcares. “Porque eles têm uma alta carga glicêmica, o que pode causar uma hipoglicemia durante as atividades físicas”, explicou a nutricionista Rachel Frota.

Durante a prática dos exercícios, a hidratação é fundamental. Se você costuma realizar um treino mais puxado, é importante fazer uma reposição de carboidratos durante os exercícios, que você encontra nos isotônicos e nos géis de carboidrato. “Uma boa opção também são as frutas secas, que são ricas em carboidratos e de fácil digestão”, lembra a nutricionista.

Ao terminar seus exercícios, priorize a ingestão de carboidratos e de proteínas e diminua a ingestão de gordura. E não esqueça: fazer um bom alongamento e respirar de forma profunda e lenta serve como um recado para o corpo tirar o pé do acelerador.

Portanto, não importa qual o exercício você pratica. Uma alimentação adequada é a base de um ótimo desempenho.

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça