Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Cheiro de pipoca no ar!
Saúde

Cheiro de pipoca no ar!

Cheirinho de pipoca pode aumentar risco de Alzheimer

Por Sempre Bem

Para quem curte aquele filminho acompanhado de uma pipoquinha, atenção! As pipocas de micro-ondas agora vêm com um alerta de saúde. Segundo uma pesquisa divulgada pelo jornal The Sun, o diacetil, composto que dá sabor e aroma a esse tipo de pipoca, pode aumentar o risco de Alzheimer. Isso ocorre porque o aromatizador artificial estimula o acúmulo das proteínas beta-amiloides* no cérebro. Porém, os pesquisadores da Sociedade Americana de Química continuam afirmando que os consumidores moderados não devem se preocupar.

Enquanto isso, um esperançoso medicamento que parecia ter feito progresso no tratamento do problema de falta de memória foi abandonado. Pfizer Inc e Johnson & Johnson encerraram os estudos sobre o remédio experimental, o Bapineuzumab, após ele ter falhado nas duas fases finais de testes. Se bem sucedido, ele teria sido o primeiro medicamento a combater essa doença cerebral, que é a forma mais comum de demência e que já afeta cerca de 36 milhões de pessoas ao redor do mundo.

Lembrando que esse estudo é com relação à pipoca de micro-ondas. Por isso, as pipocas feitas de forma convencional podem continuar pulando na panela sem preocupação. Até porque, especialistas apontam a pipoca como um alimento útil à saúde, rico em fibras e antioxidantes – cada porção de pipoca contém quase o dobro de polifenóis em relação a muitas frutas. Os polifenóis são um tipo de base de plantas químicas que ajudam a neutralizar os radicais livres e protegem contra doenças cardíacas e outros problemas de saúde.

Então, aquele cineminha com pipoca (de panela) está liberado. Mas é claro que a pipoca deve ser preparada de forma saudável e consumida com moderação.

*Beta-amiloide - é uma proteína que se acumula no meio extracelular do tecido cerebral, responsável pelo Mal de Alzheimer. Esse composto é produzido naturalmente pelo organismo, mas começa a formar agregados de moléculas quando sua síntese extrapola os níveis normais, formando a placa senil (depósitos de beta-amiloide acumulada).

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça