Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Infertilidade masculina
Saúde

Infertilidade masculina

Muitos casais sonham em ter filhos, mas muitas vezes a gravidez não vem tão rápido assim.

Por Sempre Bem

Muitos casais sonham em ter filhos, mas muitas vezes a gravidez não vem tão rápido assim. Antigamente se pensava que o problema estava sempre nas mulheres, mas hoje, em pelo menos 50% dos casos, a causa da infertilidade está na saúde do homem. E não é apenas essa informação que mudou quando se fala em dificuldade em ter filhos: segundo o ginecologista Evangelista Torquato, cresce cada vez mais o número de homens que vão em busca da paternidade. “Muito raramente a mulher vem sozinha ao consultório para descobrir a causa da dificuldade de engravidar. Na maioria dos casos, vem acompanhada do parceiro, que se disponibiliza inclusive a investigar se o problema está nele. Cresce também o número de homens que buscam o médico, por iniciativa própria, e chegam a ir sozinhos ao consultório”.
E quando se descobre que o homem está com algum problema que o impede de ter filhos, surgem possíveis causas e, claro, as soluções. Por exemplo: sabe os famosos radicais livres, que tanto assombram as mulheres por causarem o envelhecimento precoce, entre outros problemas? Pois é, eles também podem prejudicar a fertilidade dos homens. A varicocele, que é uma das principais doenças que causa a infertilidade masculina, é uma veia do testículo que fica doente e que pode também acumular esses inimigos dos espermatozoides.

E se você assiste ao Sempre Bem, provavelmente já sabe que na hora de combater os radicais livres, nada melhor que uma boa quantidade de antioxidantes. “Eles têm sido usados para diminuir o número de radicais livres e, assim, aumentar a qualidade dos espermatozoides.

Embora esse tema seja novo, cada vez mais essa possibilidade ganha espaço em congressos de saúde. Além do mais, os antioxidantes servem para promover um bem-estar geral, pois são altamente benéficos ao organismo”, destaca o médico.

Outro inimigo silencioso pode estar afastando a hora do casal ter um bebê. É o bisfenol, um componente tóxico para os espermatozoides que está presente no plástico. “Quando a comida é deixada naquele potinho, dentro da geladeira e, em seguida vai ao microondas, por exemplo. Esse calor aumenta a incidência do bisfenol e pode prejudicar a capacidade do homem de engravidar a parceira”, explica o ginecologista. Então, pra que arriscar? Na hora de aquecer os alimentos, evite usar recipientes plásticos.

Outro alerta vai para os homens que não desgrudam do celular. A radiação do aparelho pode prejudicar a qualidade dos espermatozoides. Por isso, o ideal é não guardá-lo no bolso da calça.

Ter vergonha de ir ao médico é coisa do passado e, além disso, existem hábitos que prejudicam a fertilidade. Se está com dificuldades em ter filhos, siga nossas dicas, procure um especialista em reprodução humana e prepare-se para realizar esse grande sonho!

Por Sempre Bem

Comentários

Recomendamos

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça