fbpx

Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
hipertensao atendimento clinic farma hipertensao atendimento clinic farma Foto: divulgação
Saúde

Hipertensão: doença é uma bomba silenciosa

Ter uma rotina com hábitos saudáveis pode evitar a doença

Por Sempre Bem

Hipertensão

A hipertensão, também conhecida como pressão alta, é uma doença crônica caracterizada pelos altos níveis da pressão sanguínea nas artérias. Ela acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg, mais conhecido como 14 por 9. A pressão alta faz com que o coração exerça um esforço maior do que o normal para que o sangue seja distribuído corretamente pelo corpo. 

Em 90% dos casos de hipertensão, não há uma causa, "os 10% restantes, correspondem à hipertensão secundária, que pode ser causada por insuficiência renal, estenose da artéria renal, tumores da glândula suprarrenal, distúrbios da tireoide, síndrome da apneia obstrutiva do sono, entre outros problemas", completa o cardiologista Ricardo Pereira. 

Pressão alta mata mais de 16 pessoas, por hora, no Brasil.

É uma doença silenciosa, daí a importância de se medir a pressão desde a infância. "Os pediatras devem aferir a pressão das crianças em todas as consultas médicas e, a partir de 18 anos de idade, quem tem pressão arterial normal, pelo menos, uma vez ao ano", destaca o cardiologista. 

Veja mais nessa conversa da Bruna Thedy com o especialista  (Hipertensão arterial: o que é e o que causa?)

Sintomas da hipertensão

Os sintomas mais comuns dos hipertensos são dores de cabeça e/ou na nuca, mas isso não é regra. Paulo Freitas começou a sentir os sintomas aos trinta e sete anos. "Senti tontura, dor de cabeça, moleza no corpo e percebi que os picos de pressão vinham sempre depois de uma situação de estresse", comenta.   

Um dos maiores vilões é o sódio, principal componente do sal de cozinha. Os brasileiros consomem 12 gramas de sódio por dia, mais que o dobro recomendado pela Organização Mundial da Saúde, no máximo, 5 gramas por dia. 

Depois do diagnóstico de pressão alta, Paulo adotou hábitos saudáveis. 

"Minha pressão chegou a 18 por 11. Cortei o sal, melhorei a alimentação, faço atividade física e controlo a pressão com medicamento, por orientação médica, meço duas vezes por semana", detalha. É isso mesmo, Paulo, mudar hábitos de vida faz toda a diferença. 

Veja também (Como diagnosticar a hipertensão)

 

Fatores de risco

Histórico familiar, idade, peso, afrodescendência, estresse, tabagismo, diabetes, sedentarismo, sal, álcool, colesterol elevado.

Mudanças no estilo de vida  

  • - Diminua o consumo do sal  
  • - Faça atividade física regular  
  • - Mantenha o peso adequado  
  • - Não fume  
  • - Diminua o consumo de álcool  
  • - Evite alimentos gordurosos  
  • - Controle o diabetes 

Leia também o artigo (Conheça 10 alimentos amigos do coração)

Acidente Vascular Cerebral - AVC

Também conhecido como derrame cerebral, o AVC acontece quando os vasos que levam sangue para o cérebro entopem ou se rompem, causando a paralisia da área do cérebro que ficou sem circulação sanguínea. A pressão arterial afeta diretamente a circulação sanguínea para o cérebro, por isso pessoas hipertensas têm mais chances de desenvolver o problema.

Em todo o mundo, ele é considerado a doença que mais provoca incapacidade - 70% das pessoas não conseguem voltar ao trabalho e 50% precisam de outras pessoas para as atividades do dia a dia.

Veja também a reportagem da Ladinne Campi sobre o assunto (Dossiê do AVC)

 

Sintomas do AVC 

  • Enfraquecimento, dormência ou paralisação de braço ou perna de um lado do corpo 
  • Perda de força no rosto 
  • Confusão mental 
  • Visão turva, dupla ou perda da visão em um olho 
  • Dificuldade de falar ou entender 
  • Dor de cabeça súbita, forte e contínua 
  • Dificuldade para engolir 
  • Tontura, desequilíbrio ou falta de coordenação 

O AVC é mais comum nos homens e é uma das principais causas de morte e incapacidade no mundo

Tipos de AVC

AVC Hemorrágico

AVC Isquêmico 

É quando um vaso sanguíneo cerebral se rompe, provocando a hemorragia. Pode acontecer dentro do cérebro ou nas meninges. Esse é o tipo mais grave e corresponde a 15% dos casos de AVC. 

Esse tipo de AVC também é conhecido como derrame ou isquemia cerebral. É quando uma parte do cérebro deixa de receber sangue, por causa de uma obstrução da artéria e morre. Esse é o tipo mais comum e corresponde a 85% dos casos de AVC. 

Leia também (Principais problemas causados pela hipertensão arterial)

 

Principais fatores de risco 

  • - Histórico familiar 
  • - Hipertensão 
  • - Diabetes tipo 2 
  • - Colesterol alto 
  • - Obesidade 
  • - Tabagismo 
  • - Idade avançada
  • - Sedentarismo 

Teste rápido para identificar um caso de AVC  

S

Sorriso: peça para a pessoa sorrir e verifique se a boca entorta

A

Abraço: peça um abraço e veja se a pessoa consegue levantar os dois braços

M

Música: peça para a pessoa cantar e atente para a fala enrolada ou arrastada

U

Urgência: em qualquer um desses sinais, ligue imediatamente para o SAMU (192) e solicite um atendimento de urgência

ATENÇÃO! Quanto mais rápido for o atendimento, maiores serão as chances de sobrevivência e recuperação total.

Clinic Farma - Hipertensão

Durante todo o mês de setembro, a Pague Menos se volta para a prevenção da hipertensão. Em todas as farmácias do Brasil, no Clinic Farma, o cliente pode se informar e tirar dúvidas sobre a doença, verificar sua pressão arterial e conhecer os fatores de risco cardiovascular. 

E tem mais… O serviço de Atenção Farmacêutica do Clinic Farma oferece acompanhamento para hipertensão arterial o ano todo nas lojas físicas. No total, são 852 locais de atendimento distribuídos nos 26 estados e no Distrito Federal. Procure o mais próximo de você! 

Conteúdos relacionados

Este artigo encontra-se originalmente publicado na edição 34 da revista Pague Menos Sempre Bem, que tem o Bráulio Bessa na capa.

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça