fbpx

Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
laço da campanha novembro azul laço da campanha novembro azul Foto: Adobe Stock
Saúde

Câncer de próstata é o segundo que mais afeta homens

Diagnóstico precoce aumenta chances de cura

Por Sempre Bem

Cuidar da saúde ainda é desafio para muitos homens. Quando o assunto é exame médico, parece que eles estão sempre fugindo. O resultado disso é o diagnóstico tardio para doenças e o grande número de óbitos.

Anualmente, são cerca de 14 mil mortes de brasileiros causadas pelo câncer de próstata, segundo informações do Ministério da Saúde (MS). Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que esse é o segundo tipo mais comum da doença entre os homens (31,7%), ficando atrás apenas do câncer de pele. 

Por isso, o Sempre Bem aproveita o ensejo da campanha Novembro Azul para dar esse alerta de cuidado com a saúde masculina.

O que é câncer de próstata?

O câncer de próstata é um tumor maligno que atinge essa glândula do sistema reprodutor masculino. Na maioria da vezes, a doença evolui lentamente, mas há casos em que ela avança muito rápido, espalhando-se por outros órgãos, um efeito chamado de metástase.

Veja a entrevista da Bruna com o especialista (Novembro Azul: Câncer de Próstata)

Por que o câncer acontece?

As menores partes do corpo humano são as células. Ao longo de toda a vida, elas se multiplicam, proporcionando a renovação das partículas mais antigas, que são substituídas pelas mais novas. 

Às vezes, pode acontecer uma reprodução exagerada dessas células no corpo e, assim, formam-se nódulos (tumores) que podem ser benignos (quando são inofensivos) ou malignos (quando é considerado câncer).

Veja a reportagem (Os Grandes Vilões Na Hora De Perder Peso)

Quais os sintomas?

Nos estágios iniciais, o câncer de próstata não costuma dar sinais, mas, quando os sintomas se apresentam, os mais comuns são:

  • Atraso para iniciar e terminar de urinar
  • Redução no jato e sangue na urina
  • Dificuldade para urinar 
  • Vontade de urinar muitas vezes ao dia

No entanto, esses sintomas são comuns em outras doenças que afetam a glândula, como a hiperplasia da próstata, um aumento benigno que atinge cerca da metade dos homens com mais de 50 anos; e prostatite, inflamação causada por bactérias. Por isso, é necessário procurar ajuda médica quando esses sinais se apresentarem.

Fatores de risco

Segundo a OMS, aproximadamente um terço dos óbitos por câncer acontece devido a comportamentos inadequados, como pouca ingestão de frutas e vegetais, sedentarismo, excesso de peso, tabagismo e consumo exagerado de álcool. 

Leia também o artigo (Doenças ligadas ao tabagismo: saiba quais são)

O Ministério da Saúde destaca três fatores que elevam o risco para se desenvolver câncer de próstata. Confira!

Idade

Quanto maior a idade do homem, maior também é a chance de aparecer o problema. Nove em cada dez brasileiros com câncer de próstata estão na faixa etária acima de 55 anos.

Histórico familiar

Outro fator para levar em consideração é a genética, pois, se o pai, avô ou irmãos apresentarem diagnóstico desse tipo de câncer antes dos 60 anos de idade, o homem passa a fazer parte do grupo de risco.

Sobrepeso e obesidade

Sobrepeso e obesidade acarretam diversos prejuízos à saúde do indivíduo. Alguns estudos revelaram que homens com excesso de peso corporal têm probabilidade aumentada de serem acometidos pelo câncer de próstata.

Não deixe de conferir também o artigo (Probióticos podem combater obesidade e outras doenças)

Exames preventivos

A melhor forma de combater a doença é a partir de consultas regulares e com a realização de exames preventivos para detectar o tumor em sua fase inicial. Essa investigação dos sintomas para descobrir se a pessoa tem ou não a doença é feita por testes clínicos e laboratoriais, como: 

  1. Exame de toque retal, em que o especialista avalia o tamanho, forma e textura da próstata; 
  2. Exame de sangue que verifica a dosagem do PSA - antígeno prostático específico. Quando os níveis dessa proteína estão muito elevados, podem indicar câncer ou mesmo doenças benignas na próstata.
  3. Biópsia, exame em que se retira pedaços pequenos da próstata para serem analisados em laboratório. Esse exame só é indicado quando há alterações nos dois primeiros. 

Hábitos saudáveis

Sim, os hábitos alimentares e comportamentais do indivíduo têm total impacto sobre sua saúde. Aliás, uma vida equilibrada só traz benefícios, proporcionando mais longevidade e qualidade de vida. 

Leia também essas dicas do nutricionista e educador físico Márcio Atalla (Saúde e longevidade. Dicas para viver mais e melhor)

Estudos comprovam que uma dieta diversificada em nutrientes, composta por frutas, verduras, legumes, grãos, cereais integrais e com menos gordura pode reduzir as chances de desenvolver câncer e outras doenças crônicas, como diabetes, hipertensão. 

Além disso, é necessário adquirir outros hábitos saudáveis, como manter o peso adequado, reduzir a ingestão de álcool, não fumar e praticar atividade física pelo menos 30 minutos por dia.

Tratamento

O tratamento do câncer de próstata é feito de modo individualizado. Para isso, o especialista define os riscos, benefícios e a terapia que fará o melhor efeito para cada caso, levando em consideração também o estágio da doença e condições clínicas do paciente.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer - INCA, quando o tumor ainda está localizado somente na próstata, ou seja, não se espalhou para outros órgãos, é recomendado o tratamento com cirurgia, radioterapia e, em situações especiais, observação vigilante.

Leia também (Alimentação pode ajudar no tratamento do câncer de mama)

No entanto, quando a doença já está em fase de metástase, ou seja, o tumor já se espalhou e atingiu outros órgãos, a terapia com hormônios costuma ser a mais indicada. Há ainda casos em que é utilizada a combinação de cirurgia ou radioterapia juntamente com tratamento hormonal. 

É possível encontrar todas as modalidades de tratamento gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


Novembro Azul

O Novembro Azul é um movimento que surgiu em 2003, na Austrália, e hoje está presente mundialmente para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata

No Brasil, a campanha foi trazida pelo Instituto Lado a Lado pela Vida para tentar diminuir o preconceito que os homens têm sobre ir ao médico e fazer o exame de toque quando necessário. 

Conteúdos relacionados


Referências: OPAS/OMS Brasil | Ministério da Saúde | INCA

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça