Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Como aliviar a dor na coluna Jesper Aggergaard
Saúde

Como aliviar a dor na coluna

Algumas medidas podem ajudar em curto e longo prazos

Por Sempre Bem

Todo mundo sabe que com coluna não se brinca, não é!? Ela é a base de sustentação do nosso corpo e não é raro que sofra com a sobrecarga das atividades diárias. Seja por levantar um objeto pesado, seja por má postura ou qualquer outro motivo, sentir dor na coluna é uma experiência pela qual 85% das pessoas vão passar pelo menos uma vez na vida, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

O que causa a dor na coluna?

As principais causas da dor na coluna são a lombalgia, também conhecida como dor na coluna lombar, a hérnia de disco e a artrose.

Sabe aquela bolsa ou mochila pesada, o tempo que você fica com o pescoço para baixo olhando a tela do celular ou quando você se senta de qualquer jeito diante do computador e da TV? Pois é, tudo isso impacta diretamente a coluna, causando desconforto e até mesmo dor. O estilo de vida que levamos é um fator importante, pois sedentarismo, excesso de peso, idade, esforços físicos repetitivos influenciam a saúde e a qualidade de vida.

Você sabe qual a origem da dor na coluna? O Sempre Bem te conta, não se preocupa.

 

De onde vem a dor na coluna?

Geralmente, a dor na coluna tem origem em alterações nos discos intervertebrais, nos ligamentos, músculos e nervos, e podem partir de diferentes regiões do corpo. Os problemas na coluna também costumam ser responsáveis por incômodos nos braços e pernas e por dores de cabeça persistentes. Além disso, ela também pode ter origem inflamatória, tipo que afeta 3% dos adultos.

Alguns casos de dor nas costas podem ser resultado de uma inflamação do nervo ciático, o principal nervo dos membros inferiores, que controla as articulações dos quadris, joelhos e tornozelos.

 

Quando procurar um especialista?

É importante saber que existem dores que podem ser mais graves e, portanto, precisam de acompanhamento médico.

Se a dor que você sente é do tipo que espalha para outras regiões do corpo, causa falta de força ou sensação de formigamento, então é melhor procurar um ortopedista. A partir de exames de imagem, como ressonância magnética e raio x, ele indicará o melhor tratamento para sua coluna. 

Você também pode saber mais sobre isso assistindo ao vídeo (sem dor nas costas) logo abaixo:

 

Tratando a dor na coluna

Alguns cuidados podem fazer muita diferença ao tratar esse tipo de dor, atuando a curto e longo prazos. E o primeiro passo é manter os músculos fortes e adotar uma boa postura.

Quando o problema é mais grave e compromete os discos intervertebrais ou as vértebras, o ortopedista pode solicitar a realização de cirurgia para restaurar essas estruturas. Ainda assim, um tratamento com fisioterapia pode adiar casos de cirurgia e até vir como um tratamento complementar.

Claro que existem formas de aliviar as dores na coluna. Confira algumas e escolha a que mais atende à sua necessidade.

 

Compressa morna

As compressas de água quente ou de gel, encontradas facilmente em farmácias, ajudam bastante. Ao aplicar a compressa morna sobre o local da dor, ela relaxa a musculatura, e aumenta o fluxo de sangue, proporcionando alívio. Só toma cuidado com a temperatura, tá!

Se estiver muito quente, ela pode causar queimaduras e aí você vai ter outro problema para tratar. Uma boa ideia é colocar uma toalhinha entre a pele e a bolsa térmica.

 

Alongamento

Os exercícios de alongamento podem aliviar (e muito) a dor na coluna. Isso acontece porque eles desenvolvem a amplitude dos movimentos, promovendo o relaxamento muscular. O ideal é fazer logo pela manhã, ao acordar, mas você pode fazer também no trabalho ou sempre que sentir necessidade.

 

Fisioterapia

Os tratamentos fisioterápicos podem ser muito úteis para tratar a dor na coluna. Por utilizarem aparelhos, exercícios e massagem terapêutica, ajudam bastante no fortalecimento da musculatura da região das costas.

Conheça agora três tipos de tratamento que são especialmente direcionados para a coluna:

Reeducação Postural Global - RPG

A reeducação postural global é um tratamento realizado de forma individual, no qual o fisioterapeuta aplica técnicas e exercícios para melhorar a postura e a dor, melhorando a vida do paciente.

Como utiliza conceitos de cadeia muscular, exercita a globalidade do corpo, tratando dores e a má postura por meio de sessões que trabalham a maioria da musculatura e todas as articulações.

Ah, ela é recomendada para quem tem grande curvatura na coluna vertebral, escoliose, entre outros problemas.

 

Pilates

O pilates é uma técnica que estimula o fortalecimento e alongamento do corpo e já tem muitos adeptos. É um tratamento fitness que promove uma postura adequada e alinhamento das articulações a partir do fortalecimento da musculatura estabilizadora.

Funciona assim: o fisioterapeuta utiliza aparelhos para realizar atividades que proporcionam alongamento, aumento da força muscular e maior resistência da musculatura global da coluna, que é a estrutura que promove boa postura e estabilização.

O mais importante é que o pilates aumenta a força e o condicionamento físico sem gerar lesões causadas por posturas indevidas.

 

Reequilíbrio da Coluna Vertebral (RVC)

Esse tratamento é indicado para quem sofre com dores agudas e crônicas, como hérnia de disco, dor ciática, escoliose, lombalgia, entre outros. Ele mescla terapias manuais com novas tecnologias e está esquematizado em quatro fases:

  1. avaliação personalizada;
  2. terapia manual;
  3. descompressão; e
  4. exercícios de estabilização segmentar.

Essa última etapa tem a função de reestruturar a musculatura, melhorar a atividade do sistema neural, além de aperfeiçoar a dinâmica da articulação.

As dores tópicas, agudas e/ou crônicas podem ser amenizadas com alguns exercícios, mas é importante saber qual é o seu tipo de dor e buscar acompanhamento de um profissional para não piorar tudo.

 

Medicamentos

Os medicamentos para dor evoluíram bastante com o tempo. Atualmente já é possível encontrar versões em cápsulas líquidas, que prometem efeito mais rápido, por exemplo.

Se sua dor é mais leve e tópica, o uso de pomadas, géis ou aerossóis pode ser o suficiente. Mas, caso você esteja com dor intensa, que te impede até de ir ao trabalho e realizar outras tarefas, os analgésicos e anti-inflamatórios são mais indicados.

É importante atentar para o tempo de uso desses medicamentos, pois os remédios para dor na coluna só devem ser usados por algumas semanas e sempre acompanhados de protetor gástrico para evitar danos ao estômago.

Ao parar na farmácia para comprar, você pode pedir ajuda ao farmacêutico, pois ele vai indicar a melhor medicação para o seu caso. As farmácias Pague Menos contam com os medicamentos para dor que você precisa. 

Assuntos relacionados

Saiba tudo sobre a lombalgia

Hérnia de disco: o que é e como tratar



Fonte: Viva Bem | Tua Saúde | GAUCHAZH

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça