fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Cuidados Durante e Após a Praia e a Piscina

Durante o verão é comum muitas famílias saírem para se divertir na praia. Mas é necessário ter alguns cuidados com a pele, principalmente as famílias que estiverem com crianças. Confira as informações na matéria!

No verão não é difícil encontrar uma família, como a do Theo, na praia e na piscina. Essa é uma programação que faz parte da rotina de vocês? 

“Sim, faz parte. A gente já gostava antes de ir à praia passear e agora com o Theo ficou melhor e muito mais divertido. A gente sempre sai com ele, pra que se divirta também”, comenta Beatriz Duarte, servidora pública e mãe do Theo. 

Cuidados redobrados com as crianças

A servidora pública revela que toma bastante cuidado com o seu pequeno durante o verão, “principalmente com relação à questão da pele, porque a gente sabe que a pele dos bebês é bem sensível. É uma orientação dos pediatras que a gente sempre passe protetor solar, ande com chapéu e com camisa de proteção para proteger a sensibilidade da pele dele”, fala.

O Victor Mota, servidor público e pai do Theo, conta que usa o protetor no bebê nas partes que ficam expostas, mesmo com a camisa de proteção. Em determinados casos, coloca no pequeno o chapéu se estiver com sol mais forte. Antes dos seis meses, ele usava outras formas para proteger o Theo do sol. Após esse período, começou a usar o protetor solar nele. 

Veja mais sobre o assunto (Cuidados com a pele dos pequenos)

Proteção solar

“A proteção solar é recomendada a partir dos seis meses de idade, devendo usar protetor solar com FPS de no mínimo 30. O repasse do protetor é muito importante a cada duas horas e evitar a exposição entre 10 e 16 horas, em que a radiação é mais intensa e mais prejudicial para a pele”, complementa Patricia Brasil, dermatologista.

Outro artifício ideal para quem vai muito à praia ou piscina são as roupas UV, como blusas, chapéus e saída de banho. Isso já vai conferir uma proteção a mais além do protetor solar.

Importância da hidratação

Para Beatriz Duarte, a hidratação é superimportante. “A gente sempre anda com a água dele e traz as frutinhas para uma hidratação a mais. Estamos sempre preocupados com essa questão da hidratação”, comenta.

A dermatologista ressalta que é muito importante abusar da água, dos sucos, das frutas. Cuidado apenas com as frutas e sucos cítricos, como laranja e limão que podem gerar uma queimadura na pele. Mas os outros sucos e frutas estão todos liberados. No mínimo ingesta de três litros de água é o ideal. 

Sempre depois do banho de praia e de piscina, lavar bem a pele e remover a água com sal e o cloro, e passar um bom hidratante é fundamental para a saúde da pele do pequeno.

Segurança das crianças

Segundo Victor, ele e a mulher sempre ficam de olho no filho tanto na piscina quanto no mar, a fim de evitar problemas. “A criança que se diverte na água precisa estar numa distância máxima, do pai ou responsável, de um braço, porque essa distância permite uma resposta rápida que o responsável vai ter com a criança”, recomenda Rodrigo Carneiro, bombeiro.

Outra dica importante é chegar até um posto de bombeiro ou guarda-vidas e solicitar a pulseira de identificação, que vai conter o nome do responsável e da criança, e o telefone de contato. Caso aconteça de os pais ou responsáveis pela criança a perderem de vista, o mais indicado é ir ao posto, que vai começar uma operação de busca daquela criança. 

Confira também (Crianças de Férias: Primeiros Socorros)

Conforme o bombeiro, outra situação muito comum são os casos de afogamento. O que a pessoa deve fazer é não tentar realizar um salvamento e não tentar resgatar quem está se afogando. 

O indicado é ligar 193 para pedir socorro ou se dirigir até o posto de guarda-vidas mais próximo, em que os profissionais vão até lá realizar o salvamento ou chegará uma viatura de apoio para realização de salvamento.

Dicas para evitar o afogamento

  • Nunca misturar bebida alcoólica com diversão na água
  • Consultar os guarda-vidas sobre o local mais adequado para o banho
  • Procurar se divertir próximo a um posto de guarda-vidas

Fraldas específicas para banho

A mãe do Theo conta que colocava no pequeno fraldas comuns na ida à praia ou piscina, mas percebeu que ficava inchado e inflava. Por isso, começou a colocar no filho uma fralda específica para piscina e praia, e ele se sente bem mais confortável.

“Com os bebês, os cuidados devem ser redobrados principalmente com as fraldas. A área da virilha do bebê, por conta do calor e do suor, pode favorecer muito o surgimento da dermatite de fralda. Para isso, você deve usar uma fralda específica apropriada para o banho de piscina e de praia”, aponta a Patricia.

Também é importante sempre usar pomada e trocar o bebê, a fim de proteger a pele, porque a tendência de fazer dermatites, irritar, de fazer assaduras é muito grande.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 15 de dezembro de 2019.