fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Envelhecimento Da Pele: Quais Fatores Influenciam?

É normal que surjam rugas na pele ao longo dos anos, mas há diversos cuidados que devemos ter para que elas não apareçam de forma precoce. A dermatologista Raíla Macedo fala sobre os cuidados com a saúde da pele. Confira na matéria!

O envelhecimento é um processo natural da pele, e isso ninguém tem dúvidas. Mas o que muitas vezes a gente acaba esquecendo é que existem fatores que podem contribuir para o surgimento de rugas de forma precoce. 

Por isso, o Sempre Bem vai saber agora que fatores são esses com a dermatologista Raíla Macedo.

O que faz com que surjam rugas precocemente?

“O envelhecimento tem um processo tanto intrínseco como extrínseco. A própria genética da pessoa influencia para um envelhecimento mais precoce, como também fatores externos como exposição solar, poluição, hábitos alimentares, cigarro, bebida alcoólica, uso de drogas, entre outros”, explica Raíla Macedo.

Saiba mais em: Açúcar e Envelhecimento da Pele

O tipo de pele também pode influenciar? 

De acordo com a especialista, pessoas com fototipo mais claro, que mais queimam do que bronzeiam, têm necessariamente mais rugas do que outros que bronzeiam mais. Não só as rugas, mas também as manchas e os vasos sanguíneos que aparecem com exposição solar excessiva.

Como a gente sabe qual o creme antirrugas ou anti-idade é mais adequado?

É possível saber com o tipo de pele (oleosa, mista ou seca); a idade do paciente, normalmente os mais jovens têm uma derme mais oleosa, logo “texturas mais em séruns e mais finas e fluidas são melhores para esse tipo de pele”, ressalta a especialista.

Já para os pacientes mais idosos, o ideal seria texturas em cremes. Segundo Raíla, é importante ter cuidado em relação ao tipo de antioxidante que vai ser utilizado, por exemplo, a vitamina C pode ser usada mais pela manhã e um ácido retinoico mais à noite. 

Em caso de dúvida, procure um dermatologista e alguém especializado para analisar o seu caso e indicar o produto certo de acordo com o seu tipo de pele.

“A gente deve começar a utilizar esses cremes de forma precoce junto com fotoprotetor, principalmente a partir dos 20 anos, porque a partir dos 30 anos o paciente já tem uma queda de colágeno em torno de 1% ao ano”, pontua a dermatologista.

O filtro solar deve ser utilizado a partir dessa idade ou antes?

Conforme Raíla, o filtro solar deve ser usado desde a infância e principalmente na fase adulta que tem mais exposição solar. O protetor precoce previne o envelhecimento, reduzindo o aparecimento de rugas e manchas. E a partir dos 20 anos, tem que ser usado todos os dias, mas nem todo mundo usa.

Além do filtro solar e do creme anti-idade, quais são as melhores maneiras de se prevenir do envelhecimento precoce?

  • Hidratar bem a pele e o corpo;
  • Ter uma dieta adequada, por exemplo, alguns antioxidantes orais, como vitamina C, vitamina E, flavonoides podem ser ingeridos;
  • Ter um estilo de vida mais saudável.

Confira o artigo: Da imunidade à beleza da pele: veja benefícios da vitamina C

Qual é a melhor maneira de deixar a nossa pele hidratada e protegida também?

“Os fotoprotetores têm não só aquela ação de fotoproteger contra queimaduras e câncer de pele no futuro, mas também eles têm antioxidantes e hidratantes na composição, ou seja, a gente tem muito mais função no protetor do que aquela habitual”, explica a dermatologista.

Veja também: Câncer de Pele - Dezembro Laranja

Os fotoprotetores com cor são bastante utilizados, porque eles protegem principalmente contra a luz visível. A luz do computador, a luz do celular e a luz do dia a dia na casa influenciam e mancham também a pele.

Em relação ao fator de proteção solar, qual é o mais adequado?

Conforme a profissional, para se proteger contra o câncer de pele o recomendado é usar no mínimo fator 30. O FPS não representa quantas vezes ele protege, então a porcentagem gera dúvida. Ele representa quantas vezes você precisa expor ao sol para ter vermelhidão se comparado a alguém que não usou protetor ficaria vermelho e teria exposição solar. 

Assista ao vídeo: Fica a Dica - Protetor Solar Ideal Para O Seu Tipo De Pele

“Por exemplo, o FPS 30 protege 30 vezes mais do que alguém sem protetor solar. Normalmente, o FPS 30 vai proteger em torno de 96%, acima do 50 protege 98%”, descreve Raíla Macedo. 

Para as pessoas que passam horas expostos ao sol, têm ainda outros fatores como suor e transpiração excessiva. Por isso, vale a pena um FPS mais alto, que bloqueia bem, ajuda a não queimar e não causar câncer de pele.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 15 de dezembro de 2019.