fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Habilidades Motoras dos Bebês: como desenvolvê-las

Em meio a tantos estímulos tecnológicos, muitas vezes, os papais e mamães acabam se esquecendo de colocar os pequenos em contato com o chão, seja na grama, seja na areia do parquinho ou da praia. É preciso lembrar que, para o desenvolvimento motor da criança, essa etapa não pode ser substituída. Saiba tudo sobre o assunto conferindo a matéria!

Desenvolvimento dos bebês

O Sempre Bem vai te mostrar agora como os bebês desenvolvem as suas habilidades motoras e o que os pais podem fazer para estimular esse processo. Por isso, estamos aqui com a Karina Barbosa, que é pedagoga, para explicar como isso funciona. 

Cada bebê tem o seu tempo específico de aprendizado. Mas a gente espera que em algumas fases eles já façam alguns movimentos pré-determinados, como engatinhar, sentar e andar. 

Aprendizado sensorial

De acordo com a pedagoga, o trabalho é feito por meio do estímulo precoce. As crianças na primeira infância aprendem por meio do corpo, ou seja, é um aprendizado sensorial. Quanto mais estímulos a criança tiver, mais ela vai se desenvolver. 

O contato com o chão e areia do parque ao subir e descer os brinquedos fazem parte desse estímulo motor, que vai ajudar no desenvolvimento da criança de uma forma global.

Aprendizado na primeira infância

“A grande dica de desenvolvimento, especialmente, para os primeiros meses de vida é colocar o bebê de bruços. Assim, fortalece os músculos cervicais, tem controle tônico cervical, depois vai ter controle no eixo axial do  tronco, vai adquirir a habilidade de ficar sentada. Posteriormente, vem o fortalecimento dos músculos dos membros (primeiro os pés e depois as mãos”, explica Luana Nepomuceno, pediatra.

Todo o aprendizado inicial na primeira infância vem a partir do corpo, da motricidade ampla e depois com o tempo vai se refinando em uma motricidade fina. Tudo isso para que essa criança seja alfabetizada no futuro. Ou seja, esse aprendizado é sensorial. 

Veja também (Saúde Express - Higienização do Bebê)

Quais atividades estimulam mais as crianças?

O estímulo deve ocorrer por meio das “atividades que eles mais gostam, como o contato com a areia do parque, com a grama, em um ambiente mais lúdico com brinquedos à disposição deles. O ideal é deixar as crianças livres para estimular o desenvolvimento físico, mental e motor”, recomenda Karina.

Importância do brincar

“O brincar é a melhor forma da criança se desenvolver: o brincar com a bola, com o jogo, com o desenho, com o colorir, com as pinturas, com tinta. Ou seja, a criança pode usar o corpo dela a favor desse desenvolvimento”, comenta a pedagoga.

Como deve ser feito o estímulo em crianças especiais

Segundo a fisioterapeuta Katheleen Viana, nas crianças especiais, esse estímulo precoce é mais importante, uma vez que elas apresentam um tipo de atraso, seja cognitivo, motor ou postural. Em crianças com síndrome de Down, por exemplo, são realizadas atividades por meio de brinquedos sonoros ou visuais, posicionamentos com rolo ou bola. 

Outra dica é colocar essa criança de barriga para baixo para estimular o movimento do pescoço de um lado para o outro, além de fazer massagem. A importância disso tudo é que essa criança tenha a possibilidade de se desenvolver no seu total.

Inclusão de atividade física

É importante que as crianças tenham noção da inclusão de atividade física. “Trabalhamos a consciência corporal e sua construção, além de analisar como a criança se percebe nesse mundo e como é a relação dela com o próprio corpo”, pontua Karina Barbosa. Com o tempo, o amadurecimento vai se transformando em outros aspectos do desenvolvimento. 

Movimentos mais livres e fraldas confortáveis

Conforme a pedagoga, quanto mais conforto a criança tiver para o convívio, melhor vai ser para ela. A utilização de fralda confortável acaba contribuindo para que a criança esteja bem. 

Com isso, vai se sentir bem à vontade para lidar com toda essa estimulação que é propiciada para ela, melhorando cada vez mais a qualidade de vida.

Dicas para papais e mamães

Atenção, papais e mamães, é importante que esse estímulo não fique só nas creches e nas escolas, mas que os pais levem essa ensinamento para casa e estimulem as crianças a brincarem no chão.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 27 de outubro de 2019.