fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Saúde Bucal e Saúde do Coração

Manter a saúde da boca faz bem não só pro sorriso, mas também pro coração. Confira a explicação dos médicos de como a saúde bucal está relacionada aos problemas cardiovasculares.

Saúde bucal e coração

Manter a saúde da boca faz bem não só para sorriso como também para o coração. Mas será que as pessoas sabem disso?

De acordo com o cirurgião cardiovascular Adriano Milanez, existem bactérias presentes na boca que não estão causando doenças no momento. Mas quando a saúde dos dentes e a da boca estão debilitadas, ocorrem infecções dentárias e essas bactérias se proliferam, podendo cair na corrente sanguínea.

Endocardite infecciosa

Uma vez na corrente sanguínea, essas bactérias passam pelos vasos sanguíneos e podem atacar estruturas importantes no coração, causando uma doença chamada de endocardite infecciosa.

Nos pacientes que têm algum problema no coração, é preciso ter cuidado redobrado. “Ao fazer procedimentos com o dentista, deve consultar seu cardiologista e junto com o dentista saber se há necessidade de um tratamento específico antes para evitar que a infecção caia na corrente sanguínea e cause a doença”, comenta o médico.

É comum ver muitos pacientes nessa situação. Quando ocorre uma infecção na boca, seja na gengiva ou nos dentes, por ser uma área muito vascularizada, existe uma chance muito grande dessa bactéria cair na corrente sanguínea e se alocar nas válvulas do coração, por exemplo.

Boca, coração e organismo

Para o cirurgião bucomaxilofacial Roberto Rêgo, “não se pode dissociar a boca do organismo. Qualquer procedimento cirúrgico que o paciente faça, não pode estar com nenhum foco infeccioso. Às vezes, se esquece da boca e é preciso fazer uma avaliação para ver se há um foco na boca, que possa prejudicar o resultado de qualquer cirurgia que vá fazer em qualquer parte do corpo.

Com o coração, que é um órgão vital, isso não é diferente. Por exemplo, se o paciente vai fazer uma cirurgia na boca, em algumas situações, deve fazer uma avaliação cardiológica, para ver se não há risco de ter problema no coração em virtude do procedimento cirúrgico que vai realizar.

Perigos das infecções e doenças na cavidade bucal

“A infecção e as doenças na cavidade bucal podem levar a outros problemas, além do coração. Quando ocorre infecção nesse órgão, ela pode soltar êmbolos, pequenos fragmentos de material infectado, que saem do coração e podem entupir vasos em outros locais do corpo, ocasionando abcessos. Por exemplo, se for para o cérebro vai causar AVC”, afirma o cirurgião.

Cuidados com a saúde bucal

É importante cuidar da saúde, principalmente a bucal. “Se você tem gengiva sangrante, começa a notar maior mobilidade dos dentes e que eles estão perdendo firmeza, a gengiva está retraindo e com facilidade de acumular tártaro, tudo isso são sinais que podem servir de alerta para você desconfiar de doença periodontal”, cita Roberto Rêgo.

Para manter a saúde da sua boca, é fundamental ter uma rotina de higiene bucal adequada, uso do fio dental e dos enxaguatórios, que seriam o controle químico da placa bacteriana. O ideal é fazer isso de duas a três vezes ao dia e visitar regularmente o seu dentista a cada seis meses.

Matéria originalmente veiculada no programa de 29 de setembro de 2019.