fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Principais Doenças do Coração: saiba quais são

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, as doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil, sendo responsáveis por 30% dos óbitos. Por que isso acontece e como podemos evitar? Confira aqui.

Doenças cardiovasculares

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, as doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil, sendo responsáveis por cerca de 30% dos óbitos. Ou seja, são mais de mil mortes por dia e uma morte a cada 90 segundos.

Antigamente, as pessoas tinham expectativa de vida menor. Hoje, com melhoria da expectativa de vida, elas vivem mais. E as doenças que, são relacionadas com o processo de envelhecimento, aumentam sua incidência.

Causas das doenças

Além disso, os péssimos hábitos de vida, como alimentação ruim, descontrole da pressão arterial e tabagismo, implicam numa maior chance do indivíduo desenvolver doenças cardiovasculares, que podem ter um risco muito alto de morte”, cita Adriano Millanez, cirurgião cardiovascular.

As principais doenças do coração

Doença arterial coronária 

Doença dos vasos que levam sangue para o músculo cardíaco se contrair. É ocasionada pela obstrução desses vasos, que pode ser causada pelo acúmulo de placas de gordura, provocando um estreitamento das artérias coronárias e diminuindo a quantidade de sangue que vai para o coração.

Quando a pessoa tem uma sobrecarga maior do coração, vai sentir falta do sangue. E se essa falta for muito grande, pode haver morte de uma determinada região do músculo cardíaco, provocando um infarto.

Doença das válvulas do coração

As válvulas são responsáveis por deixar o sangue sempre na mesma direção. Quando o coração contrai, o sangue deve ir para frente e não voltar, não refluir.

Doença congênita

Ocasionada pelos defeitos na formação do coração durante o desenvolvimento embrionário. Quando o bebê nasce, já essa doença pode se manifestar. Às vezes, a manifestação pode ser na adolescência ou idade adulta.

Arritmias cardíacas 

São defeitos de condução do sistema elétrico do coração. Qualquer interrupção ou falha nessa condução elétrica do coração pode propiciar arritmia. Essa doença também pode ser grave e levar à morte.

Doença dos grandes vasos 

Doença principalmente da aorta que é o principal vaso que sai do coração. Com a hipertensão arterial, fator de risco para várias doenças do coração, a aorta pode tender a dilatar, formando aneurisma.

O estresse e as doenças do coração

O estresse, muitas vezes, é desencadeador de doenças graves do coração. “Quando a pessoa já tem a doença, com o estresse acaba acelerando a descarga hormonal, e com a doença arterial coronária ou a doença nas válvulas do coração, pode propiciar um infarto ou insuficiência cardíaca causada por um defeito que já existe”, afirma Adriano.

Primeiros socorros

Quando a pessoa está com algum tipo de emergência cardíaca ou existe alguém a acompanhando, a recomendação é ligar para um serviço de emergência para acionar uma ambulância e uma ajuda, ou receber orientação de um profissional qualificado.

Se a pessoa estiver apta e possuir algum conhecimento de primeiros socorros, vai atender o indivíduo de acordo com o que ele está sentindo. É importante acalmá-lo e receber as instruções do serviço de emergência.

Se a pessoa tenha passado mal e desmaiado, é preciso verificar se está com uma parada cardíaca, por exemplo. Nesse caso, deve começar as manobras de reanimação cardiopulmonar, como a massagem cardíaca.

Prevenção

Como forma de se prevenir das doenças cardiovasculares, o cirurgião cardiovascular recomenda bons hábitos alimentares, cuidar da diabetes e da hipertensão, que também são doenças que podem acometer desde a idade jovem.

É importante procurar o seu cardiologista para detectar o quanto antes essas doenças e fazer o tratamento adequado que pode ser tomar remédios. Pode haver necessidade de fazer um procedimento, um desentupimento das artérias coronárias ou em um caso mais grave até uma cirurgia cardíaca.

Matéria originalmente veiculada no programa de 29 de setembro de 2019.