fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Saúde do Homem: principais problemas e prevenção

Fazer exames periodicamente é essencial para prevenir doenças e garantir um diagnóstico precoce. O cardiologista Felipe Carrhá e o urologista Ulisses Albuquerque explicam as principais doenças que afetam os homens e como preveni-las. Assista! 

Saúde masculina

Para os pais poderem caprichar nas suas tarefas diárias, eles precisam estar com a saúde em dia. Mas eles têm histórico de evitar os exames preventivos e procurar ajuda apenas quando já estão com sintomas de alguma doença. 

Conheça os principais problemas que afetam o universo masculino para deixar esse mau hábito de lado e cuidar direitinho da saúde. 

Doenças cardiovasculares

“As principais doenças que atacam os homens, do ponto de vista cardiovascular, são o infarto agudo do miocárdio e as doenças cerebrovasculares, como AVC que é um acidente vascular encefálico. São bastante perigosas e, no caso do AVC, leva inclusive a sequelas e aposentadorias precoces”, explica o cardiologista Felipe Carrhá.

As doenças atacam mais os homens porque eles têm uma tendência de procurar menos o serviço de saúde e se cuidar menos, além de consumirem mais bebidas alcoólicas, fumarem mais e terem um hábito alimentar mais desregrado.

Esses fatores vão contribuir para uma degeneração dos vasos e, por conseguinte, vão aparecer as doenças cardiovasculares e cerebrovasculares.

Doenças urológicas

De acordo com o urologista Ulisses Albuquerque, “a disfunção erétil, que é uma doença muito comum em homens de meia idade ou até da terceira idade, vem dos mesmos fatores de risco do AVC e do infarto”.

Os homens dessas faixas etárias, muitas vezes, vão ao urologista com medo do câncer da próstata. Mas muito mais comum do que o câncer da próstata, é o crescimento ou a hiperplasia prostática benigna, que é um crescimento benigno da próstata.

Pensando no homem um pouco mais jovem, existem as causas de problemas de fertilidade, ereção ou cálculos renais, que são comuns tanto em homem quanto em mulher.

“Uma coisa que infelizmente é comum nos jovens é o uso inadequado de anabolizantes e de derivados hormonais, principalmente, a testosterona. Além de causar problemas de fertilidade, o testículo pode não voltar à produção normal do hormônio”, destaca Ulisses Albuquerque.

Outro problema que acomete tanto homens quanto mulheres são os cálculos renais. “Quanto menos água e mais sal a gente tiver na nossa dieta, isso vai ocasionar a formação dos cálculos renais”, cita Ulisses.

Prevenção

Sobre os hábitos que os homens devem manter para se prevenir dessas doenças, recomenda-se “dieta balanceada com vegetais e carboidratos, consumo moderado de bebida alcoólica, evitar o cigarro e tentar trabalhar o estresse”, fala Felipe Carrhá.

Em relação ao momento em que o homem deve se preocupar em ir ao cardiologista, “aqueles que têm um histórico familiar de doença cardiovascular devem começar dos 30 aos 35 anos; pessoas que não têm parentes próximos em primeiro grau com doença cardiovascular pode ser entre 35 e 45 anos”, ressalta o cardiologista.

Já a visita ao urologista, no caso dos bebês e crianças, é “às vezes, antes de nascer, quando o exame de ultrassom detecta que o bebê tem um problema nos rins; quando nasce com fimose; quando nasce com água nos testículos”, aborda o urologista.

Os jovens mais adultos, que estão começando a vida sexual, devem procurar o urologista para esclarecer os tabus dessa parte sexual. Há também os exames pré-nupciais para saber como era a vida pregressa do homem antes do casamento, que é basicamente ver as sorologias para as DST’s e a fertilidade.

Matéria originalmente veiculada no programa de 11 de agosto de 2019.