fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Relação Entre Metabolismo E Acúmulo de Gordura

Engordou depois de uma certa idade? Ah… com certeza é culpa do metabolismo. Quem aí nunca ouviu essa frase, hein, gente?! Pra muitos, ele é considerado um verdadeiro vilão.

Metabolismo

“O metabolismo é o conjunto das reações químicas que ocorrem no organismo. O metabolismo energético diz respeito à produção e utilização de energia do alimento que a gente consome. Se o consumo da quantidade de energia ou de alimento for acima do utilizado, o corpo vai estocar a energia em forma de gordura”, explica a endocrinologista Ana Flávia Torquato.

Cada um tem DNA e metabolismo únicos. Algumas pessoas podem ter um metabolismo mais favorecido em termos de queima de gordura. “Geralmente, essas pessoas tendem a se preocupar bem menos com o estilo de vida. Chega uma certa idade que a falta de cuidado começa a pesar”, comenta a nutricionista Mirela Freire.

Acúmulo de gordura

Normalmente, o que acontece com a idade é a massa magra reduzir e a massa gorda aumentar. Para a endocrinologista, “a massa magra consome mais energia do que a massa gorda”. Por isso, existe uma tendência a ganhar peso com o passar da idade, porque pode haver o estoque da gordura, especialmente após a menopausa nas mulheres.

Tratamento

Para descobrir a melhor forma de tratar esse problema, o ideal é procurar ajuda médica. “Oferecemos aconselhamento alimentar e de atividade física. Existem também medicações que ajudam a controlar o apetite”, ressalta Ana Flávia Torquato.

Em casos específicos de pessoas que estão bem acima do peso e que já possuem complicações metabólicas da obesidade, como diabetes e hipertensão, a cirurgia bariátrica pode ser uma opção também.

Além disso, não faltam alternativas para aumentar a quantidade de energia gasta no dia a dia. São dezenas de alimentos que prometem verdadeiros milagres. Mas, afinal de contas, será que eles são de fato eficazes?

Alimentos termogênicos

“Todos os alimentos têm um efeito termogênico porque dão trabalho para ser digeridos, e o corpo gasta energia para fazer a digestão. Quanto mais difícil esse alimento for digerido, maior será o efeito térmico dele no organismo”, afirma Mirela Freire.

Fibras; alimentos, como pimenta, gengibre e canela; chás, por exemplo, chá verde, chá-mate e o chá preto; e café ajudam no gasto de energia diário. Mas é preciso ter alguns cuidados, porque eles sozinhos não fazem milagre, por isso, precisam estar dentro de um contexto, hábito e estilo de vida saudável.

Para acelerar o metabolismo, o ideal é fazer exercício de força para que consiga aumentar o tecido e massa muscular. Além disso, fracionar as refeições e usar os alimentos termogênicos como coadjuvantes.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 28 de julho de 2019.