fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Doenças de Inverno: Frio Aumenta Números De Infecções

Quando as temperaturas caem, elas aparecem com mais frequência. O clima mais frio é o ambiente perfeito para o aparecimento de várias doenças, as principais são as respiratórias.

Segundo a OMS, as doenças respiratórias crônicas afetam centenas de milhões de pessoas em todo o mundo. A maioria dessas doenças, como asma, rinite alérgica e doença pulmonar obstrutiva, são preveníveis e representam um dos maiores problemas de saúde mundial. 

A rinite alérgica é a doença de maior prevalência, atingindo cerca de 25% da população, e já é considerada um problema de saúde pública mundial. Durante o inverno, é importante atentar para melhorar o sistema imunológico e amenizar a ocorrência ou até mesmo a gravidade de certos problemas que costumam se manifestar nesse período. 

Doenças de inverno x Coração

É preciso estar atento! As doenças de inverno podem evoluir e até comprometer o coração. Isso acontece com as doenças cardíacas e principalmente as doenças coronarianas, porque o frio leva a uma constrição, espasmo e estreitamento da artéria.

Para o cardiologista Ricardo Pereira, “um exemplo é uma artéria que está com 50% de obstrução parcial por gorduras. Se o indivíduo é submetido ao frio intenso e tem espasmo e estreitamento dessa coronária, a placa de gordura que já obstruiu 50% dos vasos e o estreitamento podem levar à oclusão total da artéria e causar um infarto do miocárdio”.

Doenças infecciosas

Com as temperaturas mais baixas, as pessoas tendem a ficar mais tempo em ambientes fechados se protegendo do frio, mas isso pode piorar o quadro das doenças. Com o frio, o ar fica mais seco e os ambientes fechados não são uma boa opção.

“Aglomeram-se muitas pessoas num ambiente fechado, que facilita a transmissão de doenças, principalmente as infecciosas. O melhor é manter uma roupa aquecida e deixar uma ventilação em casa, no trabalho ou na condução, para que o ar não fique aprisionado e se renove”, explica o otorrinolaringologista Sandro Coelho.

Cuidados com a saúde no inverno

O empresário Honorato Vieira prefere buscar o ar puro para respirar melhor, usar muita roupa quente, evitar entrar em locais com ar-condicionado e baixar os vidros do carro. Esses são alguns cuidados diários para evitar que as doenças piorem no inverno.

Além dessas medidas, é importante prestar atenção em outros cuidados: "o uso do álcool gel nas mãos é uma forma de prevenir. Outra forma é cuidar do sistema respiratório mantendo uma boa limpeza do nariz com soro fisiológico, além de evitar situações com risco maior de pegar uma doença”, ressalta o otorrinolaringologista.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 14 de julho de 2019.