fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Alergias De Pele: Melhores Cuidados E Produtos

Alergias de pele nada mais são que respostas inflamatórias, que podem causar coceira, vermelhidão e muito outros sintomas. A nossa reporter Ladinne Campi foi até um consultório médico demonstrar pra gente o exame cutâneo, também conhecido como Prick Test. Confira!

Eu comecei a ter alergia de pele desde criança. O primeiro sinal do início de uma crise é a coceira. Descobri isso ao longo do tempo nas consultas médicas com o alergologista. Também fiz os testes de alergia de contato para saber o que meu corpo entendia como inimigo”, explica a produtora Nina Ribeiro.

Teste de alergia

O prick test ou teste de puntura é uma das formas de detectar quais são os fatores alérgenos. Para a alergologista Gislane Julião, “é um teste bem simples e não tem uma contraindicação. A única orientação é que não pode estar tomando nenhum antialérgico e corticoide, que podem falsear o resultado e vir negativo”.

Veja a matéria (Doenças de Inverno: Frio Aumenta Números De Infecções)

Não tem idade mínima para se fazer. A técnica é basicamente isso: o paciente traz a história dele e baseado nisso se colocam os alérgenos, que podem ser os inalantes (ácaro, fungo e poeira) que detectam rinite e asma. Se as urticárias tiverem relação com alergia alimentar, se usa alérgenos principais (camarão, ovo, leite, castanha e amendoim).

“Usamos o extrato, fazemos uma puntura na pele, aguardamos mais ou menos 15 minutos para fazer a leitura e depois damos o resultado”, conta a alergologista. Caso a pessoa tenha alergia, é importante ter alguns cuidados específicos com a pele.

Cuidados com a pele

“Quanto mais hidratada a pele, menos vai coçar. Os cuidados com o banho são: não use sabonete, dê preferência a loções de limpeza que têm menos sabão na composição; evite o uso de esponja porque também tira toda a proteção da pele; água quente piora muito, recomenda-se a água em temperatura ambiente”, cita Gislane.

Produtos para peles sensíveis e sensibilizadas

O mercado desenvolveu diversos tipos de produtos para esses pacientes que são mais sensíveis e sensibilizados. Produtos que vão causar menos irritação e alergias, além de facilitar a vida de quem tem uma dermatite de contato.

Leia também (Amigas da beleza: as melhores vitaminas para pele e cabelos)

Dermocosméticos e maquiagem

De acordo com a dermatologista Lia Albuquerque, a pessoa alérgica deve procurar hidratantes específicos para pele sensível e sem a fragrância, porque muitas vezes podem piorar as dermatites. Também existem diversos tipos de maquiagem no mercado que são destinados a esse público.

Nina afirma que prefere evitar cosméticos com corantes, como hidratantes, sabonetes e perfumes. Conta que teve uma época da sua vida que precisou parar de usar perfume porque sentia que algumas regiões começavam a coçar.

Impactos na qualidade de vida

“Às vezes, as pessoas subestimam a alergia. Ela é uma doença crônica, mas não é incapacitante. As pessoas têm a ideia de que a alergia não incomoda, mas ela pode incomodar e atrapalhar sua qualidade de vida”, ressalta a produtora.

Conforme Gislane Julião, a maioria das alergias de pele não é incapacitante, mas trazem um fator de comorbidade grande, porque o paciente se coça muito e causa a lesão. Muitas vezes, as outras pessoas não conhecem aquele tipo de lesão e acham que é contagioso. Isso proporciona uma dificuldade de socialização para aquele indivíduo.

É importante fazer o acompanhamento com o profissional para saber qual o tipo de alergia e o motivo que está causando, com o intuito de fazer um tratamento específico. Não existe cura, mas é possível controlar bem os sintomas para que o paciente viva normalmente.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 23 de junho de 2019.