fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Dor muscular: O Que Causa E Como Prevenir

Sentir dor nunca é normal! A dor nada mais é que um alerta que o nosso corpo nos envia para nos avisar que tem alguma coisa errada. Além disso, ela pode ser causada por diversos motivos. O Sempre Bem trouxe então o médico do esporte, Dr. Marcus Strozberg, pra falar um pouco com a gente sobre dores musculares. Assista!

Causas da dor

A dor pode ser causada por vários motivos: tensão emocional pode causar dor muscular, o exercício pode causar o desconforto da musculatura, uma posição inadequada para sentar e assistir à televisão ou para dormir. Tudo isso pode causar uma dor muscular. É muito importante saber diferenciar por que essa musculatura está causando desconforto.

Dor durante a academia

Durante um treino na academia, é comum as dores aparecerem depois de um esforço mais intenso. “Os pontos que podem interferir na dor são postura durante as execuções, sobrecarga um pouco além do que você é capaz de executar e vícios adquiridos com o treino sem orientação”, revela Luann Felipe, educador físico.

Essa dor pode ser facilmente classificada como uma dor durante uma sessão de exercício e treinamento, e uma dor tardia que aparece depois da sessão de exercício ou até dois dias depois da sessão de treinamento.

É mais um desconforto do que uma dor, ligado ao momento da atividade física. Trata-se de um sinal que a musculatura dá quando está chegando perto do limite. “Rotinas muito intensas causam esse tipo de desconforto. Rotinas mais moderadas dificilmente vão causar um processo de dor ou desconforto muscular”, cita Marcus.

A dor depois do exercício está ligada diretamente a um processo inflamatório, em que o músculo foi sobrecarregado, fez um exercício além da conta e da capacidade dele. Preste atenção, pois a dor muscular relacionada ao exercício é um sinal de alerta.

Excesso de carga na academia

Às vezes, a gente quer um resultado mais rápido e coloca uma carga um pouco maior para ver a musculatura trabalhando e, isso faz com que se sinta dor. “Além de não ser legal, não traz nenhum benefício porque não adianta você ultrapassar um limite que possui e achar que a carga vai resolver”, aborda o educador físico.

Para malhar de forma correta é importante que a pessoa não sinta dor e seja acompanhada por um profissional.

Prevenção 

Fazer massagem ajuda a aliviar a dor. Movimentações dentro do músculo, onde se sente ponto de tensão com intenção de soltar a musculatura para gerar alívio e elasticidade. 

É preciso respeitar os limites do nosso corpo, mas às vezes quando a gente exagera, tem que cuidar. Para o médico, a utilização de medicação analgésica, anti-inflamatória e relaxante muscular podem ser uma boa ferramenta para esses momentos. Vale lembrar que esses remédios vão diminuir o limite da dor. 

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 2 de junho de 2019.