fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Por que sentimos dor? Especialista Explica

Como o assunto da semana é dor, a Bruna Thedy conversou com o médico especialista no assunto, Dr. Herberth Cavalcante, sobre os gatilhos causadores das dores mais comuns, além das diferenças entre dores crônicas, agudas e pontuais. Confira!

Em algum momento da nossa vida, todos nós já sentimos dor. Mas, afinal de contas, o que é ela significa e por que sentimos isso?

O significado da dor

Para Herberth Cavalcante, médico especialista em dores, a dor é uma resposta de defesa do nosso organismo contra alguma agressão. Por exemplo, se eu pisar num prego e não sentir dor, aquilo vai ser ruim para mim. Em algumas situações, a dor é nossa amiga, porém quando a dor persiste por muito tempo, pode virar uma doença.

Dor crônica x Dor aguda

A diferença entre dor crônica e dor aguda é que a primeira ocorre quando a dor passa mais de três meses. Já a segunda é pontual e surge de repente. Quando se sente essa dor, é o corpo avisando contra algum problema.

As piores dores que se pode sentir são cólicas, dor na coluna, enxaqueca, cálculos renais, dentre outras. As três primeiras são consideradas dores crônicas, enquanto a última é aguda.

Dores no pescoço

“É muito frequente o paciente chegar com queixas de dores de cabeça, podendo ser enxaqueca ou cefaleia do tipo tensional. As dores no pescoço ou cervicalgias nem sempre acontecem por conta da coluna vertebral, de artrose ou hérnia, pois provêm da musculatura tensa e dolorida devido aos pontos gatilhos”, relata o especialista.

Essa dor deve ser cada vez mais comum por causa dos smartphones e tablets, que estão prejudicando a postura de muitas pessoas. Isso aumenta a pressão da região cervical.

Dores lombares

Outra queixa bastante frequente são as dores lombares. “É quase que impossível o ser humano, ao longo da vida, não tem uma dor lombar. Caso não seja tratada de forma adequada, vai se tornar crônica. Os tipos principais de dores lombares são: de origem muscular, artroses articulares e hérnias de disco”, aborda Herberth Cavalcante.

Dores no joelho

A dor no joelho também é muito comum, principalmente em idosos e pessoas obesas, porque têm um desgaste da cartilagem do joelho, levando a um processo de artrose. Isso causa inflamação e bastante dor. De acordo com o médico especialista em dor, as dores no joelho também acometem os atletas com lesões de menisco e de ligamento.

Para quem pratica esporte e tem dor aguda, é importante procurar um ortopedista, um especialista em joelho e um especialista em coluna. “As dores agudas são muito ligadas à ortopedia e neurocirurgia. Nas dores crônicas, é muito importante procurar um médico especialista em dor”, ressalta Herberth Cavalcante.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 2 de junho de 2019.