fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Mulher: relação entre hormônios e menopausa

Os sintomas da menopausa são diversos. Mas cada caso é um caso, e eles variam de mulher pra mulher. Por isso, é necessário entender os hormônios que afetam diretamente a menopausa, a fim de combater seus efeitos. Fique por dentro!

Hormônios e Menopausa

As ondas de calor e sudorese atingem cerca de 75% das mulheres na menopausa, mas os sintomas não param por aí. Irritabilidade, ansiedade, alterações no humor, falta de sono e até mesmo depressão podem afetar negativamente a confiança e a autoestima da mulher.

Aproveitando que estamos no 12º Encontro de Mulheres Pague Menos, falamos com o neurocientista Rafael Cisne para tirar nossas dúvidas sobre essa fase importante na vida da mulher.

Por que esses sintomas são tão comuns nessa fase?

Para Rafael Cisne, é uma questão muito individual entre as mulheres, podendo ser mais expressivos em umas e menos expressivos em outras. 

Isso é comum devido às alterações hormonais, porque a mulher é regida pelo estrogênio e progesterona que sofrem alterações ao longo da vida. Nesse momento especial, eles têm dois picos depressivos muito importantes, que alteram o organismo da mulher e o seu metabolismo orgânico. 

A velocidade com que as reações químicas acontecem se torna diferente, alterando o sono, humor, a própria característica da pele e do cabelo, ter sempre fogachos, que é o calor que a mulher.

Veja também (Idade Reprodutiva do Homem e da Mulher)

 

Como minimizar os impactos? 

Existem muitas terapias, como as terapias hormonais com microchips que não são dolorosos nem incômodas, são bem aceitas e têm uma tolerabilidade excelente entre as mulheres. Porém seu custo é mais elevado e nem todas tem acesso.

Essa terapia vai ter consequências para a mulher ao longo de um tempo. “É importante que ela tenha conhecimento e acompanhamento médico para todo o procedimento durante esse período”, comenta o neurocientista. 

As mulheres devem observar também outras oportunidades a partir de suplementações, atividade física e regularidade e manutenção de seu ciclo de sono nesse período.

Como os sintomas afetam o emocional da mulher?

Conforme o neurocientista, todos esses sintomas estão relacionados a uma diminuição de hormônios da felicidade. Existem alguns que são referentes a um momento feliz e ciclo de sono. O uso de contraceptivo oral ao longo de toda a vida faz uma diminuição da produção desses hormônios da felicidade. 

Vão aparecer sintomas comuns, que muitas vezes não são bem interpretados, como irritabilidade e ansiedade, em que o parceiro precisa ter a solidariedade de entender e participar naquele momento de alteração hormonal. É importante que o médico saiba interpretar e tratar a TPM, que é uma síndrome menstrual.

Confira o artigo (Mulheres x Osteoporose. Como manter os ossos fortes)

Dentro de uma fase da menopausa, os sintomas se acentuam, deixando de ser uma síndrome e passando a ser algo corriqueiro na vida da mulher. “Ansiedade e irritabilidade podem vir associados a uma diminuição da cognição. Com isso, a mulher precisa praticar mais atividades, fazer palavra-cruzada, aprender uma língua nova”, conta Rafael Cisne.

Qual a importância de ter um bom acompanhamento profissional e psicológico nessa fase?

Um profissional de saúde está preparado para dar todas as condições, desde a parte terapêutica com uso de medicamentos até a parte psicológica para conduzir a paciente da melhor forma.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 26 de maio de 2019.