fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Saúde e beleza da pele

Quando a gente quer uma pele bonita e saudável, é claro que buscamos bons dermocosméticos. Mas para isso, é importante saber quais são os ativos que atuam nesses cremes para que sejam usados de forma correta. E o Sempre Bem de hoje vai tirar todas as suas dúvidas sobre isso.

O que é o principal ativo de um cosmético?

De acordo com a dermatologista Lívia Facundo, o principal ativo é responsável pela ação característica do produto, ou seja, o efeito que o cosmético vai ter na pele. 

Para cada tipo de problema de pele existe um ativo que pode ser direcionado para um fim específico e para o benefício que se deseja.

Ativos que atuam na acne

Dentre os medicamentos tópicos, os mais utilizados e os que são mais consagrados na dermatologia estão a tretinoína, ácido retinoico, isotretinoína, todos derivados da vitamina A. 

Normalmente a pele que está com acne também está mais oleosa. “Essa produção aumentada de sebo e oleosidade leva ao surgimento dos cravos e das espinhas”, explica a dermatologista.

Existem vários ativos que podem ser utilizados para tentar minimizar esse processo: ácido azelaico, ácido glicólico, ácido salicílico.

As causas da acne também podem mudar o princípio ativo, pois esse problema é causado por diversos fatores, por exemplo, genético, hormonal, alimentação, entre outros.

Leia mais na matéria: Pele com acne: cuidados essenciais para saúde e beleza

Ativos no tratamento das rugas

Toda hora também tem algum cosmético novo ou ativo novo sendo descoberto para tratar as rugas. “No mercado existe um arsenal de produtos que podem ser utilizados para cada tipo de pele ou para cada efeito que se deseja. Ou seja, esse ativo tem que ser direcionado corretamente”, comenta Lívia Facundo.

Dentre esses produtos estão os derivados da vitamina A, utilizados para acne e no tratamento e na prevenção do envelhecimento da pele; ácido glicólico; ácido hialurônico, utilizado nos consultórios na aplicação para preenchimento de rugas.

Segundo a especialista, quando colocado na pele, o ácido hialurônico retém a água e hidrata. Os procedimentos estéticos feitos em consultório, usando injeção de ácido hialurônico, têm a função de preencher. Mas quando se usa esse ácido de forma tópica, com um creme de tratamento noturno, vai ter uma função de hidratar a pele.

Benefícios da vitamina C para a pele

A vitamina C já é um ativo bem consagrado na dermatologia, pois ajuda tanto no estímulo de colágeno como ajuda a clarear pele, proteger contra os radicais livres e contra o estresse oxidativo, deixando a derme mais rejuvenescida, com mais viço e mais hidratação.

Confira também: Da imunidade à beleza da pele: veja benefícios da vitamina C

Como tratar a flacidez

Conforme Lívia Facundo, para o tratamento da flacidez é necessária uma abordagem mais complexa, como procedimentos em consultório. Também é recomendado que o paciente faça um exercício físico e tenha uma dieta balanceada, porque tudo vai agir de uma forma conjunta na melhora dessa flacidez.

Saiba mais vendo o vídeo (Flacidez do rosto e ginástica facial)

O colágeno pode entrar como um aliado desse problema, podendo ser utilizada a suplementação via oral desse produto. “O colágeno vai melhorar flacidez e tônus muscular, deixando a pele com aspecto mais firme e hidratado”, comenta a profissional.

Junção dos princípios ativos

Se a pessoa estiver fazendo um tratamento para acne, mas também quiser se prevenir de rugas, ela pode usar os princípios ativos juntos? Como funciona?

Isso é possível desde que tenha uma orientação médica. Por exemplo, um paciente que tem uma pele acneica e produção de sebo aumentada não deve utilizar um produto de antienvelhecimento que tenha uma cosmética pesada e óleo. Já o ativo tretinoína tem uma função tanto na acne, como melhora o envelhecimento da pele.

Importância da limpeza de pele

Para a dermatologista Lívia Facundo, a saúde e a beleza da derme vão depender de uma limpeza adequada da pele, para que o cosmético ou medicamento seja adequadamente absorvido, garantindo maior efeito dos ativos. Por isso, é indicada uma limpeza com um sabonete específico.

Alguns pacientes, dependendo do tipo de pele, podem se beneficiar de uma loção adstringente ou uma loção tônica. Posteriormente, esse cosmético ou medicamento deve ser aplicado. Se for durante o dia, deve se aplicar por último o protetor solar. À noite, faz a limpeza da pele e usa o ativo específico.

“É muito importante que essa ordem seja respeitada”, destaca Lívia. Consultar o médico é fundamental, pois ele vai indicar a ordem correta da aplicação dos produtos.

Conteúdos relacionados

 Matéria originalmente veiculada no programa de 21 de abril de 2019.