fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Nutrição e saúde do coração

Hoje é o Dia Nacional da Saúde e Nutrição e é importante a gente destacar como a alimentação previne as doenças do coração. Aqui conosco está Ticyana Falcão que é nutricionista e Adriano Milanez que é cirurgião cardiovascular.

No Brasil cerca de 300 mil pessoas morrem por ano devido a doenças do coração, ou seja, uma morte a cada dois minutos. Qual o motivo para esse índice tão alarmante?

Fatores que ocasionam doenças cardiovasculares

“Com a tecnologia e a melhoria dos cuidados de saúde mental, as pessoas tendem a envelhecer mais. A mudança do hábito do dia a dia foi outro fator, pois com aumento do trabalho sedentário os indivíduos trabalham muito sentados, não praticam esportes ou atividades físicas, o que propicia a doença cardiovascular”, explica Adriano Milanez.

Isso acaba afetando o cérebro e o coração devido a maus hábitos alimentares e herança genética. Por exemplo, uma pessoa com hábitos saudáveis, que pratica exercício e se alimenta bem pode sofrer um infarto jovem. Por esse motivo, os cardiologistas perguntam, inicialmente, aos pacientes jovens se os familiares tiveram algum infarto antes dos 60/65 anos.

Saiba mais em (Principais Doenças do Coração: saiba quais são)

Doenças cardiovasculares e alimentação

As doenças cardiovasculares estão também muito ligadas à alimentação. “Apesar da gente ter todo o fator genético, existem gatilhos para poder desencadear tal doença. O estilo de vida é muito importante na prevenção”, revela a nutricionista.

Alimentos que devem ser evitados

  • Alimentos ricos em gordura saturada;
  • Excesso de carne vermelha;
  • Gordura trans;
  • Fast-food
  • Biscoitos;
  • Excesso de sal para não alterar a pressão arterial;
  • Farinha branca, açúcar simples e todo tipo de alimento refinado para evitar a hiperglicemia.

 

 

De uma forma geral, para prevenir doenças cardíacas, é importante ter uma alimentação anti-inflamatória, porque a doença cardiovascular é inflamatória.

Alimentos indicados para prevenir as doenças do coração

  • Tomate: existe o licopeno que reduz o estresse oxidativo e protege o endotélio;
  • Cebola: que é fonte de quercetina e antioxidante;
  • Cacau: alimento funcional e rico em flavonoides, que são antioxidantes;
  • Linhaça: fonte de ômega 3;
  • Azeite extravirgem: é uma gordura anti-inflamatória e funcional

Leia mais sobre o assunto (Conheça 10 alimentos amigos do coração)

Além da alimentação, quais hábitos devem ser seguidos para ter um coração saudável?

De acordo com o cirurgião cardiovascular, a doença cardiovascular é multifatorial (não tem só uma causa). Por isso, é importante que a pessoa consiga gastar mais calorias em relação ao que é consumido, evitar os maus hábitos, principalmente, o cigarro.

Com que idade a pessoa deve se preocupar com a saúde do coração?

“O quanto antes, pois as placas de gordura começam a se acumular na fase da adolescência já nos vasos sanguíneos. Às vezes, vemos muitos jovens com 30 e 35 anos, desenvolvendo infarto”, pontua Adriano.

Medidas simples de prevenção podem reduzir essas taxas de morte aqui no Brasil. Não se esqueça daquilo que é o mais importante na sua vida: sua saúde. 

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 31 de março de 2019.