fbpx

Aos domingos, 8h15 no

Por Sempre Bem

Esportes do verão

Se tem uma coisa que tem tudo a ver com boa forma é fazer esporte na praia e ao ar livre. Saiba como refrescar a vida com os esportes que têm a cara do verão.

“Nesse período do verão, é comum a gente buscar alternativas para se refrescar e nada melhor do que os esportes aquáticos”, comenta Thiago Macedo, coordenador de esportes.

Wakeboard

É derivado um pouco do snowboard, é com prancha no pé e puxado pelo cabo. "Normalmente, a modalidade é feita Brasil afora em mar aberto, com uma lancha que puxa a pessoa o tempo todo e com uma velocidade um pouco maior", confirma Thiago Macedo. Para os mais aventureiros, é a velocidade sem limite.

Leia também (Exercícios físicos ajudam a combater o estresse)

“Por ser um esporte radical e que nunca tive experiência, acabei tendo mais adrenalina. Além da parte física, que é um benefício muito importante, tem a parte mental e psicológica, que ajuda a desestressar do trabalho. Tem também o contato maior com a natureza, calmaria e tranquilidade durante a prática”, conta Samla Rabelo, nutricionista.

SUP - Stand Up Paddle

Também é um esporte de prancha bem maior que possibilita uma estabilidade. “O SUP traz mobilidade, equilíbrio e algumas questões físicas e motoras que são bem interessantes de serem trabalhadas, mas numa situação de relaxamento e contemplação”, ressalta Tatiana Silveira, psicológica.

Saiba mais sobre equilíbrio em (Encontrando o Equilíbrio: veja como lidar com o estresse)

Kitesurf

É um esporte relativamente fácil, mas é um esporte radical. O praticante demora em torno de 12 horas para aprender.

“O kite é um esporte em que você é puxado pelo vento, ficando muito tempo dentro da água, o que permite a prática durante muito tempo. É bem confortável de se praticar e acaba gerando um esforço físico e benefícios para a saúde”, ressalta Thiago Martins, instrutor de kitesurf.

O equipamento de caixa é formado pela prancha, trapézio e pipa. Qualquer pessoa pode fazer, pois é um esporte para todas as idades. É fácil e tem uma certa determinação da pessoa para aprender, como todo esporte.

Surf

É muito mais do que um esporte, pois as pessoas se encontram consigo mesmas e também com a natureza.

“O processo para aprender a surfar é uma aula teórica fora do mar. A gente também faz um trabalho de consciência corporal com o aluno, antes dele cair na água. Isso para que faça todos os movimentos com consciência. O benefício do surf é saúde e vida”, afirma Glauciano Rodrigues, professor.

Conteúdos relacionados

Matéria originalmente veiculada no programa de 27 de janeiro de 2019.