fbpx

Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Dia Internacional da Síndrome de Down
Comportamento

Dia Internacional da Síndrome de Down

Uma data para celebrar as diferenças

Por Sempre Bem

A Síndrome de Down é uma condição genética que afeta milhares de vidas, levanta debates e discussões que circulam entre saúde, inclusão social e preconceito. Por isso, o assunto ainda é estigmatizado e provoca ainda uma outra questão: por que existe um dia especial para a Síndrome de Down?

Estabelecido em 2006 pela Down Syndrome International, uma rede de organizações que trabalham com a causa ao redor do mundo, o Dia Internacional da Síndrome de Down tem justamente o propósito de desmistificar a síndrome e torná-la um assunto cada vez mais presente nas pautas públicas. Dando visibilidade para esse tema, a data espera reduzir o preconceito com pessoas portadoras dessa condição.

O primeiro passo que as pessoas devem tomar é esquecer a ideia de que a Síndrome de Down é uma doença; especialistas e ativistas pensam nela como uma alteração genética. Em seguida, devem compreender que pessoas com a síndrome podem viver normalmente como qualquer outra, e a palavra-chave é: inclusão. Atualmente, existem leis que punem a discriminação e determinam que os portadores sejam incluídos em escolas, locais de trabalho e outros ambientes. No entanto, a falta de informação ainda é um problema a ser combatido.

A falta de inclusão também afeta outras instâncias como a da saúde. Em 50% dos casos, pessoas portadoras de Síndrome de Down apresentam problemas cardíacos e podem precisar de cirurgias específicas no coração. Contudo, essas demandas não são completamente atendidas. No Brasil, por exemplo, poucos hospitais conseguem realizar esses procedimentos.

A proposta para 2018
Para esse ano, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu que a data deve focar na seguinte discussão: Como pessoas com Síndrome de Down podem fazer contribuições significantes nas suas vidas, seja em escolas, locais de trabalho, na comunidade, vida pública e política, cultura, mídia, recreação, lazer e esportes. O tema tem o objetivo de pôr pessoas com a síndrome como atores participativos e importantes na sociedade e seus setores.

Sendo assim, a organização espera que a percepção sobre a condição mude, dando cada vez mais espaço e oportunidades para pessoas com a síndrome. O Programa Sempre Bem preparou uma matéria especial sobre os mitos e verdades da Síndrome de Down. Confira:

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça