De segunda a sexta, 10h na

teste teste teste
Mitos e verdades sobre o câncer de mama
Comportamento

Mitos e verdades sobre o câncer de mama

Nesse Outubro Rosa, estamos todos juntos contra o câncer de mama. Conheça os fatos e boatos sobre a doença

Por Sempre Bem

Nós, do Sempre Bem, vestimos a camisa do Outubro Rosa: além das campanhas de autocuidado e da orientação reforçada no Clinic Farma, te contamos, na semana passada, a incrível história de superação da Cibele, advogada cearense que lutou contra o câncer de mama – e saiu vencedora. E como a gente sabe que, infelizmente, o tempo é curto para falar sobre um assunto tão complexo, viemos te ajudar a desvendar os mistérios dessa doença de uma maneira superdidática, esclarecendo alguns comentários que ouvimos sobre essa patologia. Afinal, o que você realmente sabe sobre o câncer de mama?

1. O câncer de mama só afeta as mulheres
MITO – Os homens também podem ter câncer de mama, apesar de os casos entre a população masculina serem mais raros. Por questões culturais, os homens geralmente descobrem a doença em estágio mais avançado, ainda que os sintomas sejam semelhantes.

2. Pessoas da minha família já tiveram câncer de mama, então preciso me preocupar
VERDADE – O fator genético é importante e, caso você tenha pais ou irmãos com essa doença, deve se preocupar um pouco mais. Já existe um teste, no entanto, que pode detectar a possibilidade de o câncer existir, apesar de só ser realizado na rede privada de saúde. Nesse caso, cirurgias preventivas podem reduzir a chance de a patologia se manifestar.

3. O autoexame é o único exame necessário para detectar o câncer de mama
MITO – Apesar de ser uma prática importante, o autoexame pode deixar passar tumores em fase inicial - justamente os que possuem maior chance de cura. Portanto, a realização da mamografia é a principal forma de diagnosticar a doença, e deve ser feita a partir dos 40 anos, para pacientes sem histórico familiar de câncer, e a partir dos 25 anos, para quem já teve casos na família.

4. O uso constante de certos tipos de desodorantes pode causar câncer de mama
MITO – Não existem pesquisas ou estudos que mostrem ligação entre o uso de desodorantes antitranspirantes e o câncer de mama, apesar dos boatos que costumam circular na internet.

5. A prática de atividades físicas auxilia na prevenção
VERDADE – Assim como em grande parte das doenças, a prática regular de exercícios físicos pode auxiliar na prevenção do câncer de mama. E não precisa nem ir para a academia: caminhar 30 minutos por dia já deixa seu corpo e sua mente mais fortes.

6. Quem faz reposição hormonal está mais suscetível à doença
VERDADE – Comumente utilizada em mulheres que passaram pela menopausa, a reposição pode comprometer o funcionamento das glândulas mamárias, se feita por um longo período de tempo. Fique atenta!

7. Colocar próteses de silicone aumenta o risco de câncer de mama
MITO – Sim, o implante pode dificultar o diagnóstico de tumores em estágio inicial, mas não há nenhuma relação comprovada entre a cirurgia plástica e o aparecimento da patologia.

8. Excesso de peso é um fator de risco para o aparecimento da doença
VERDADE – O excesso de peso aumenta os níveis de estrogênio, e essa desregulação pode favorecer o aparecimento do câncer de mama.

9. É necessária a retirada total da mama durante o tratamento do tumor
MITO – Ainda que a retirada costume fazer parte do processo, hoje há muitos procedimentos menos incisivos e procura-se tirar o mínimo possível da mama.

10. É possível se recuperar completamente de um câncer de mama
VERDADE – Assim como a Cibele, milhares de pessoas conseguem vencer o câncer de mama. O caminho é difícil, mas não impossível, e é essencial estarmos atentas ao que diz o nosso corpo. Por isso, atenção aos exames de rotina e aos vícios do cotidiano: façamos do ano inteiro o nosso Outubro Rosa!

Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Fê

Fernanda Queiroga mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça