De segunda a sexta, 8h30 na

teste teste teste
Dia Mundial de Combate ao Câncer
Comportamento

Dia Mundial de Combate ao Câncer

O número de pessoas com câncer no Brasil deve chegar a 596 mil este ano

Por Sempre Bem

No dia 8 de abril é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. A data foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com o objetivo de chamar a atenção de líderes governamentais e da população em geral para os crescentes casos da doença em todo o mundo.


A Organização Mundial da Saúde estima que até 2030 cerca de 27 milhões de pessoas serão diagnosticadas com câncer, além de apontar que até este ano serão mais de 17 milhões de pessoas mortas pela doença ao redor do mundo, e 75 milhões convivendo com o câncer. A OMS ainda chama a atenção para o aumento da incidência da doença em países em desenvolvimento, apontando as dificuldades do diagnóstico e tratamento nesses locais.


O Brasil não escapa dessa estatística. O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes, em pesquisa que estima a incidência de câncer para os anos de 2016-2017 em nosso país, aponta que até 2017 serão cerca de 596 mil novos casos de câncer no Brasil. A pesquisa aponta ainda que os cânceres mais incidentes serão os de pele não melanoma, próstata, pulmão, colorretal e de mama.


E entrando nessa corrente de conscientização, o Sempre Bem preparou uma lista de 10 mitos e verdades sobre a doença que vão te ajudar a entender melhor o surgimento e os tratamentos disponíveis para a doença.

1. Todo sinal na pele pode ser câncer?
MITO. Sinais e pintas na pele é algo normal e ocorrem com mais frequência em pessoas de pele clara. Porém, marcas grandes, com mais de uma cor e com formato irregular devem ser examinadas mais de perto por um médico, pois essas, sim, podem ser câncer de pele. Marcas de nascença que apresentem uma ou mais dessas características também merecem atenção.


2. O câncer é uma doença hereditária?
VERDADE. Em alguns casos o câncer pode ter, sim, uma origem genética, mas isso não se aplica a todos os diagnósticos. Por isso, quem tem casos de câncer na família, principalmente de mama, ovário, próstata, pâncreas, pulmão ou fígado deve estar atento e monitorar a saúde com mais frequência.


3. Dormir com o celular perto do corpo pode causar câncer?
É CONTROVERSO. Embora alguns especialistas apontem indícios da relação do uso do celular com o câncer, esses dados ainda são inconclusivos. Por outro lado, pesquisas apontam maior incidência de câncer em pessoas que moram próximo a antenas telefônicas. Portanto, na dúvida, melhor evitar o contato ininterrupto com o aparelho.


4. O câncer é contagioso?
MITO. O câncer é basicamente um problema genético causado por um defeito no DNA da célula que cresce desordenadamente e causa o tumor. Alguns fatores podem aumentar as chances de uma mutação genética, como é o caso da infecção pelo vírus do HPV, por exemplo, ou um quadro de hepatite. Portanto, os vírus são contagiosos, mas o câncer propriamente dito, não.


5. Existe vacina contra o câncer?
É CONTROVERSO. Na verdade existem vacinas contra fatores que podem causar câncer, como alguns tipos de vírus. É o caso do HPV e da Hepatite B, por exemplo. Tomando a vacina ficamos livres do vírus que pode causar o câncer.


6. Se o câncer não voltar em cinco anos, a pessoa está curada?
MITO. Apesar da maioria das recidivas surgirem nos cinco primeiros anos após o tratamento, isso não é uma regra. O câncer de mama, por exemplo, pode voltar em 10 ou 15 anos após o tratamento, apesar de isso ser raro. Portanto, pessoas que já tiveram câncer e venceram a doença devem continuar sendo acompanhadas por médicos a fim de evitar a reincidência.


7. Negros não têm câncer de pele?
MITO. A população brasileira é miscigenada, então não é incomum encontrar negros filhos de pai ou mãe brancos. Por isso, os mesmos casos de câncer de pele encontrados em pessoas caucasianas, decorrentes de exposição solar excessiva, podem ser encontrados em pessoas negras. Portanto, manchas escuras encontradas na pele ou nas unhas não devem ser ignoradas por esse grupo.


8. O uso de adoçantes provoca câncer?
MITO. Antigamente havia alguns produtos no mercado que, graças a sua composição, poderiam causar a doença. Mas hoje a composição dos produtos foi alterada para obedecer a uma série de determinações dos órgãos de saúde e não representam riscos para a saúde.


9. Fumar charuto ou cachimbo em vez de cigarro diminui as chances de ter câncer de boca?
MITO. Apesar de serem vistos por muitas pessoas como "opções mais saudáveis" para o cigarro, esses dois fumos são tão prejudiciais à saúde quanto o cigarro industrial. Isso porque as folhas usadas nos cachimbos e nos charutos são secas ao sol, o que aumenta o PH do material, tornando-o ainda mais irritante para as mucosas. Apesar de o fumante não tragar esse conteúdo, ele o deixa na boa por mais tempo, o que aumenta o risco do desenvolvimento de cânceres orais.


10. Ficar perto do micro-ondas enquanto ele funciona causa câncer?
MITO. Durante seu funcionamento, o micro-ondas gera uma vibração nas moléculas, o que gera calor e, consequentemente, aquece a comida em seu interior. Mas esse processo (radiação não ionizante) não difere do usado em televisões e rádios.


Por Sempre Bem

Comentários

Cantinho da Fê

Fernanda Queiroga mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça