Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Os perigos do calor
Bem-Estar

Os perigos do calor

Saiba quais são os problemas de saúde provocados pelas altas temperaturas

Por Sempre Bem

Você já deve ter reclamado e sentido na pele o calor que anda fazendo ultimamente, não é mesmo? A sensação que temos é de que o sol está mais perto, e, independentemente da época do ano, as altas temperaturas incomodam.

O ano de 2016 deve registrar a maior temperatura média da história.

A revista científica The Lancet publicou recentemente um estudo mostrando como as oscilações térmicas estão afetando a saúde da humanidade. Conduzido em vários países, entre eles o Brasil, o levantamento revelou que cerca de 7,7% das mortes no mundo podem ser relacionadas ao sobe e desce dos termômetros.

Portanto, é bom ficar de olho nos perigos que esse calorão pode acarretar à nossa saúde.

• Desidratação
Ingerir pouca água e suar excessivamente leva à perda de líquidos e sais minerais e ainda pode causar complicações como tontura, queda de pressão e até morte. Esse problema afeta sobretudo crianças e idosos.

• Pressão baixa
Os dias quentes costumam deixar a pressão baixa porque os vasos sanguíneos dilatam e dificultam a circulação. A dica é beber bastante água para aumentar o volume sanguíneo.

• Doenças infecciosas
Aumenta a transmissão de vírus por mosquitos (dengue e zika, por exemplo), bem como de males ligados às chuvas e à contaminação da água, como hepatite A e leptospirose.

• Pele oleosa
O calor estimula as glândulas sebáceas a produzirem mais oleosidade na pele. Um truque simples e eficaz é borrifar água termal no rosto algumas vezes ao dia.

• Infarto e derrame
A perda de água reduz a pressão e exige que o coração bata rápido, o que favorece ataques cardíacos. Também deixa o sangue espesso, facilitando a formação de trombos e AVCs.

• Males respiratórios
Em dias muito quentes e com o ar seco, a mucosa nasal e as vias aéreas ficam mais ressecadas, o que deixa o aparelho respiratório suscetível a asma, bronquite e infecções.

• Problemas renais
A desidratação eleva o risco de pedras nos rins, e o desequilíbrio entre fluidos e eletrólitos ameaça esses órgãos, especialmente se já existe doença renal, diabetes ou hipertensão.

Fonte: Saúde é Vital

Por Sempre Bem

Comentários

Recomendamos

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça