Aos domingos, 8h15 no

teste teste teste
Um hidratante para cada idade
Bem-Estar

Um hidratante para cada idade

Cada faixa etária precisa de cuidados específicos. Saiba qual a necessidade da sua pele e os princípios ativos mais indicados.

Por Sempre Bem

A partir dos 30 anos, a pele começa a dar os primeiros sinais visíveis de que o tempo está passando e que você tem que intensificar os cuidados. A produção de colágeno e outras substâncias que dão firmeza e elasticidade à pele começam a diminuir, e é aí que está o problema. Porém, para cada idade existe uma necessidade e um hidratante ideal. Vamos te mostrar quais os princípios ativos mais indicados para cada faixa etária.

20 anos!
Nessa idade, os cuidados são mais simples, fique atenta ao seu tipo de pele e hidrate-a com produtos específicos. Por volta dos 25 anos, pode começar usar algum composto anti-idade, porém, o ideal é consultar um dermatologista para fazer uma avaliação e ver a real necessidade de usar esses produtos.

30 anos!
Agora é a hora que as linhas de expressão começam a aparecer por conta da diminuição da produção das fibras de elastina, por isso invista em hidratantes que, além de hidratar, ajudam a preencher as pequenas ruguinhas, como é o caso do ácido hialurônico.

40 e 50 anos!
A pele já está amadurecendo e precisa que os cuidados sejam intensificados. Portanto, escolha um hidratante com antioxidante, elastina e colágeno hidrolisado para contornar a diminuição do colágeno e a renovação celular mais lenta dessa fase.

60 anos!
Nesse momento, a pele sofre inúmeras alterações, por isso opte por um creme que combine diversos princípios ativos que ajudem a manter a pele jovem e saudável. O ácido hialurônico hidrata a pele profundamente, a elastina e o colágeno combatem a flacidez e as vitaminas e antioxidantes nutrem a pele, estimulam a renovação e melhoram o funcionamento celular.

Anotaram as recomendações? Então, agora é só investir na beleza e na saúde da sua pele.

Por Sempre Bem

Comentários

Recomendamos

Cantinho da Bruna

Bruna Thedy mostra que uma produção não precisa de muito para fazer bonito.

Conheça